Curiosidades
setembro 30, 2013 postado por Li Kuvasz


Torção gástrica em cães – Sintomas, causas, diagnóstico e tratamento

Você sabe o que é torção gástrica em cães?

A torção gástrica em cães, também conhecida como síndrome da dilatação vólvulo gástrica, ou simplesmente torção de estômago, é uma enfermidade que acomete cachorros de qualquer idade e infelizmente pode levar seu cachorro a óbito em poucas horas.

A maioria nunca ouviu falar sobre torção gástrica, alguns conheceram quando assistiram ao filme Marley & Eu. A torção gástrica é uma enfermidade gravíssima que atinge principalmente os cães de grande porte.

A torção gástrica consiste na dilatação do estômago seguida da torção sobre si mesmo, prendendo gás e alimento no seu interior. Necessita de diagnóstico e atendimento extremamente rápidos para que a intervenção cirúrgica seja imediata, mata em 6 a 12 horas, sem cirurgia o cachorro morre.

Torção Gástrica em cães - Sintomas, causas e tratamento

Torção Gástrica em cães – Sintomas, causas e tratamento

Torção gástrica em cães – Causas

A causa da torção gástrica em cães ainda é desconhecida, mas existem fatores que predispõe a tal problema. Portanto evite:

  1. Exercício após as refeições;
  2. Alimentos que fermentam muito ou com pouca fibra;
  3. Dar alimento em apenas uma única refeição;
  4. Ingestão de água na meia hora seguinte a refeição, principalmente de mangueira.

 

As raças mais predispostas são de grande porte e que possuem o tórax profundo como o Dogue Alemão, São Bernardo, Pastor Alemão, Labrador, Setter, Dálmata, Rottweiller, Kuvasz, etc.

Nos cães com idade avançada a incidência é maior

Torção gástrica em cães – Sintomas:

  1. Aumento do volume abdominal;
  2. Grande dificuldade em vomitar;
  3. Flatulência;
  4. Hipersalivação;

Torção gástrica em cães  – Diagnóstico:

O veterinário irá introduzir uma sonda através da boca do animal até o estômago. Caso a sonda não consiga ultrapassar para este último, será confirmado o diagnóstico de torção gástrica, ou também através de RX pode se dar à confirmação.

Pode ser que tenha ocorrido apenas a dilatação e não a torção gástrica.

O estômago torcido impedirá o suprimento sanguíneo de diversos órgãos e o cachorro pode entrar em choque dentro de algumas horas.

Torção gástrica em cães  – Tratamento:

Estabilizar o cachorro com fluidoterapia agressiva para corrigir as alterações metabólicas e electrolíticas, O tratamento inicial é baseado na descompressão do estômago através de intubação orogástrica e, caso não seja possível realizar esse procedimento, recomenda-se à realização de descompressão com agulha e repetição da intubação orogástrica. O tratamento para o choque deve ser feito juntamente com a descompressão e monitoramento do paciente até sua completa estabilização.

O tratamento é cirúrgico, costuma-se efetuar a cirurgia de fixação do estômago na parede abdominal (gastropexia), em sua posição anatômica normal, para prevenir recidivas.

Mesmo assim a taxa de mortalidade de cães tratados cirurgicamente é elevada.

Como evitar a torção gástrica?

A prevenção é o melhor remédio, então além de dividir as refeições, evitar o exercício físico, acompanhe-o seu cachorro durante a refeição, a sua presença será fundamental caso o seu cachorro venha a passar por isto, visto que o socorro tem que ser muito rápido, então fique de olho e conheça os sintomas.

Saiba + Sobre torção gástrica em cães – Torção de estômago

Torção de estômago em cachorros

Saiba + Sobre como cuidar de seu peludo

Os riscos da ração industrializada para seu cachorro

Comidas que cachorro não pode comer

Alimentos que cães não devem comer

Meu cão está gordo?

Morangos na dieta – Cães podem comer morangos?

Cães podem beber leite?

Aprenda 10 receitas diferentes de biscoito canino caseiro

Balancear uma dieta a base de ração industrializada

Cachorro pode comer chocolate?

Comida caseira – Receita

Vacina para cachorro – Esquema de vacinas para cachorros filhotes

Meu cachorro está gordo?

Morangos na dieta – Cães podem comer morangos?

Veneno de Rato – Intoxicação por veneno de rato em cães



Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

Sou apaixonada por cachorro, não consigo imaginar minha vida sem eles. É muito bom poder falar sobre nossos amigos peludos aqui, crio Kuvasz e Norfolk Terrier, e será muito prazeroso dividir aqui nossas experiências.

Ver artigos de Li Kuvasz