Terrier Tibetano

Raça Terrier Tibetano

Terrier Tibetano é uma raça canina de tamanho médio originária do Tibet. apesar de possuir Terrier em seu nome, esta raça não é uma raça considerada do grupo dos terriers. Esta raça recebeu este nome de viajantes europeus que ao conhecer a raça, identificaram semelhança com cães terriers.

Terrier Tibetano

Raça Terrier Tibetano

 

Raça Terrier Tibetano

O nome tibetano para a raça é Tsang Apso, a tradução seria algo como “cachorro peludo ou barbudo, da província de Tsang “. O Terrier Tibetano é um cachorro vigoroso de porte médio e proporções quadradas, com uma pelagem felpuda. Eles variam amplamente em altura e peso, variando entre 35-41 cm com 8-14 kg, a 9,5-11 kg, tanto para machos como para fêmeas. Todos os pesos são aceitáveis ​​se estiver em proporção com o tamanho. Quando adulto, o terrier tibetano lembra muito o sheepdog, mas, miniaturizado.

História da raça Terrier Tibetano

Nascidos e criados em mosteiros por lamas mais de 2000 anos atrás, cachorros da raça Terrier Tibetano foram mantidos como amuletos de boa sorte, mascotes, cães de guarda e companheiros. Além de pastorear ovelhas, eles também eram usados para recuperar objetos.

Conhecido como o “cachorro santo do tibete”, eles nunca eram vendidos, mas apenas dados como presentes por monges para promover a boa fortuna. Como tal, o início da história da raça está ligada a apenas um pequeno número de exemplares. Análises recentes de DNA concluíram que o terrier tibetano é descendente de raças de cães muito antigas.

Devido à localização geográfica isolada do Tibete, os terriers tibetanos foram acasalados entre si, durante mais de 2000 anos, mantendo-se assim cães de raça pura. Monges se referem à raça como “pessoas pequeninas”, e eram altamente valorizados como cães de companhia por quem desejava um cachorro para ajudar na proteção de suas propriedades e de seus rebanhos. A partir do momento que cachorros desta raça foram considerados emissários de boa sorte, as pessoas passaram a acreditar que maltratar ou vender um terrier tibetano poderia causar má sorte para a família e aldeia.

O primeiro Terrier Tibetano chegou a Europa mas precisamente na Inglaterra, com o Dr. Greig no ano de 1922. Era uma fêmea que foi dada ao Dr. por ter realizado uma operação em um paciente com sucesso. Depois de adquirir um segundo cachorro macho o Dr. Greig começou a criar a raça na Europa. A primeira ninhada nasceu em 1924, e foram registrados como Lhasa Terriers. Em 1930, o Kennel Club da Índia mudou o nome da raça para terrier tibetano. Os primeiros terriers tibetanos nos EUA foram importados em 1956 pelo Dr. Henry e a Sra. Alice Murphy, de Great Falls, Virginia. Em 1973 a raça foi reconhecida pelo American Kennel Club e foi classificada no grupo de não-esportivos.

A raça Terrier Tibetano contribuiu para o desenvolvimento de outras raças tibetanas, incluindo o Shih Tzu, o Lhasa Apso, e o Spaniel Tibetano.

Temperamento e cuidados com a raça Terrier Tibetano

O Temperamento é um dos aspectos mais atraentes desta raça canina desde o início de sua criação. Ele é de um cãozinho alegre, muito apegado a sua família e de boa índole. Um cachorro de companhia, fiel, carinhoso, sensível gentil com seus donos e com as crianças, desde que tenha sido socializado com elas desde cedo. Sem dúvida é um cachorro com um jeito muito cativante. Extrovertido, alerta, inteligente e brincalhão. Não é uma raça violenta e não costuma procurar confusão com outros cães. Como era utilizado como cão de guarda, eles tendem a ser reservados com estranhos, mas nunca devem ser agressivos nem tímidos. Apesar de não ser propenso a latir em excesso, é considerado um cão de alarme.

Apropriado para a vida do apartamento, o Terrier Tibetano tem muita energia e é surpreendentemente forte, precisa exercício regular. Ao menos dois passeios de coleira ao dia são recomendados, para que o cachorro se exercite de forma adequada. O nível de energia da raça varia de moderado a alto e sua natureza é de um cachorro feliz, ativo, animado, inteligente e ágil. Como resultado, eles são perfeitos para quem deseja praticar esportes com seus cachorros, como o agility.

A raça Terrier Tibetano é  determinada e inteligente, o que pode levá-lo a ser teimoso. Certamente responderá muito melhor ao ser adestrado pelo dono, com carinho e recompensa. Apesar de encantadores, alguns cães desta raça podem, eventualmente ficar ciumentos, dificultando a convivência com outros animais de estimação. Portanto se você deseja ter um terrier tibetano é bom socializá-lo desde muito cedo com crianças e outros animais.

A pelagem da raça Terrier Tibetano irá mudar a um ritmo semelhante ao da maioria dos seres humanos. Exceto que aproximadamente aos nove meses, quando os filhotes perdem toda sua pelagem antes de adquirir a pelagem definitiva de adulto. A pelagem é dupla, com um sub-pelo fino e lanoso que o mantem bem aquecido no inverno (Esta cobertura permite ao terrier tibetano suportar temperaturas tão baixas quanto -50 ° C por períodos prolongados de tempo.) e possui uma textura de cabelo humano. A pelagem do terrier tibetano é muito fina e requer escovação frequente, pois o pelo pode tornar-se facilmente emaranhado, também devido ao seu crescimento diferenciado, certamente necessitará de tosa frequentemente. Os banhos devem ser dados semanalmente para manter o pelo brilhante e sedoso. No inverno é importante secar o cachorro muito bem com toalhas e secador. No verão, se tiver oportunidade de secá-lo ao Sol basta uma boa escovação para mantê-lo bonito.

Em geral, esta raça vai preferir morar dentro de casa o mais próximo possível de seu dono,  mas caso tenha que morar no quintal é importante que tenha um abrigo que o proteja de ventos e de chuvas que pode ser realmente muito prejudicial para sua pelagem.

O Terrier Tibetano deve alimentar-se duas vezes ao dia depois de adulto. Como tem tendência a obesidade, a refeição não deve ser oferecida a vontade, caso o cachorro não queira comer a ração deverá ser retirada e oferecida  novamente no próximo horário. É bom lembrar que todos os cachorros gostam muito de rotina, portanto é muito importante respeitar os horários do cachorro, tanto de alimentação como de caminhadas, brincadeiras, outros exercícios e por que não de descanso.

O terrier tibetano pode competir em provas de agility, obediência, flyball, rastreamento e até mesmo provas de pastoreio. Os terriers tibetanos que apresentam instintos de pastoreio básicos podem ser treinados para esta função.

Aparência e descrição da raça Terrier Tibetano

O Terrier Tibetano é uma raça originária do Tibete. Apesar do nome, não faz parte do grupo dos terriers. A raça recebeu este nome de viajantes europeus que ao conhecê-la, identificaram grande semelhança com os cães terriers. O Terrier Tibetano é um cachorro resistente, de porte médio e silhueta geralmente quadrada. É uma raça alegre, de boa natureza, leal, com maneiras muito cativantes. Extrovertido, o Terrier Tibetano é um cachorro inteligente, alerta e brincalhão. Não é violento, nem bringuento, entretanto não demonstra muita afeição por estranhos.

O focinho é preto, os olhos e as pálpebras são escuras. O stop é marcado em frente aos olhos, sem ser exagerado, bem recoberto por pelos longos, que caem à frente do rosto. A raça apresenta uma pequena barba, que não deve ser exagerada. O corpo é bem musculoso e compacto. A cauda é de inserção alta, bem franjeada. Uma das características do Terrier Tibetano são os pés chatos e largos, com pelos entre os dedos. Por esse motivo, é uma raça apta a escalar montanhas e andar na neve.

A pelagem do Terrier Tibetano tem um longo ciclo de crescimento, e como resultado necessita de tosa regular. A pelagem é dupla, com um sub-pelo lanoso, o que permite a raça suportar temperaturas muito baixas durante o inverno. A pelagem de cobertura é fina, lisa ou ondulada, nunca encaracolada. A pelagem não é tão longa ao ponto de tocar o chão, como é típico em raças como o Lhasa Apso ou o Maltês. Todas as cores são permitidas, incluindo branco, dourado, creme, cinza ou fumaça, preta, particolor ou tricolor, exceto as cores fígado e chocolate. O ouro é o mais raro.

O Terrier Tibetano pode variar amplamente em altura e peso. O tamanho dos exemplares da raça varia entre 36 e 41 cm, medidos sempre a altura da cernelha.

Ficha da Raça Terrier Tibetano

País de Origem – China (Tibete)
País Patrono – Grã-Bretanha
Nome orginal – Tibetan Terrier
Grupo 9 – Cães de Companhia
Utilização –  Tração e companhia
Porte – Pequeno a médio
Necessidade de exercício diário – Média / Alta
Temperamento – Fiel, ativo, inteligente e brincalhão
Adestrabilidade – Média

Galeria de fotos – raça Terrier Tibetano

Raça Terrier TibetanoRaça Terrier TibetanoRaça Terrier TibetanoRaça Terrier TibetanoRaça Terrier TibetanoTerrier Tibetano

 

Outros cães de companhia

 

Grupos Caninos

Veja abaixo as raças de cachorros separadas por grupos.

 

Raças listadas por tamanho

Saiba + sobre a raça Terrier Tibetano

Padrão da Raça (FCI)

Padrão oficial internacional da raça Terrier Tibetano (CBKC / FCI) – Em português.

Padrão da raça (AKC)

Padrão oficial do Terrier Tibetano, (versão American Kennel Club) – Em inglês.

Livros Sobre a Raça Terrier Tibetano

Tibetan Terrier: A Complete and Reliable Handbook (Complete & Reliable Handbook) by Anne Keleman (Dec 1, 1997)

Tibetan Terrier (Comprehensive Owner’s Guide) by Juliette Cunliffe, Patricia Peters and Carol Ann Johnson (Oct 1, 2006)

Have Fun Training and Understanding Your Tibetan Terrier Puppy & Dog by Vince Stead (Jan 16, 2013)

Fonte – Guia de Raças

Guia de Raças de Cachorros