Mastim Napolitano

Raça Mastim Napolitano

Raça Mastim Napolitano

Mastim Napolitano é um cachorro forte e imponente, e é descendente do grande Mastiff Romano. A estrutura de seu corpo é molossoide , com um aspecto compacto apresentando rugas e dobras na cabeça e uma grande barbela. A cabeça é grande, larga, plana. O comprimento de seu focinho é a terça parte da cabeça e é tão amplo quanto longo, com um stop bem definido. O focinho tem as narinas bem abertas e a cor varia de acordo com sua pelagem. Os dentes são brancos, bem desenvolvidos, regularmente alinhados e numericamente completos e a mordedura da raça apresenta-se tanto em tesoura quanto em torquês. Os olhos profundos, bem separados um do outro, mais para redondos, estão quase cobertos pelas pálpebras superiores caídas. A cor da íris, comparada a cor da pelagem é mais escura, e pode variar entre tons de marrom, dependendo da cor da pelagem, mas os olhos nunca deverão ser claros. Filhotes nascem com olhos azuis, e seus olhos escurecem ao longo do crescimento.

Mastim Napolitano

Raça Mastim Napolitano

As orelhas dos cães da raça  Mastim Napolitano podem ter sido cortadas e se este for o caso apresentam o formato de um triângulo e ficam inseridas a cima da cabeça, mas no caso de orelhas naturais, elas são planas e rentes às bochechas, pequenas em relação ao tamanho do cachorro. A cauda é larga e espessa em sua base, afinando em direção a ponta e é portada em linha reta, podendo curvar-se ligeiramente sobre o dorso quando o cachorro estiver ativo, no comprimento, ela atinge a articulação do jarrete do cão. Alguns exemplares mais antigos da raça Mastim Napolitano podem ter sofrido a cirurgia de caudectomia, neste caso, ela foi cortada, deixando 2/3 de seu comprimento.  Nota: o corte de cauda e orelhas está proibido no Brasil.

As patas do Mastim napolitano são grandes e redondas, com dedos bem arqueados e unidos, as unhas são fortes e bem escuras. A pelagem é reta, densa , dura, lisa e fina e possui o mesmo comprimento em todo o corpo do cachorro. As cores preferidas do Mastim Napolitano são cinza, cinza chumbo, preto, marrom, fulvo e fulvo avermelhado, alguns exemplares podem ter pelagem tigrada e marcas brancas. Um pouco de branco é permitido no peito e na ponta dos dedos. A altura dos machos varia em torno de  65-75 cm na altura da cernelha e nas fêmeas a altura gira em torno de 60-70 cm na altura da cernelha. O peso da raça Mastim Napolitano varia de 70 kg até 90 kg e os filhotes muitas vezes necessitam nascem por cesariana.

História da raça Mastim Napolitano

A palavra mastim vem do latim  masssivus , que significa maciço. Todos os mastins europeus são descendentes do Mastim Tibetano, provavelmente a mais antiga entre todas as raças de cães que conhecemos hoje em dia. Os primeiros mastins asiáticos foram provavelmente levados da Índia para a Grécia. Existem algumas hipóteses sobre as circunstâncias que os levaram do Oriente Médio até à Europa. No século IV A.C. é fato que Alexandre Magno teve em inúmeras ocasiões junto a esses molossos durante sua expedição à Índia. No entanto, aparentemente ele já os conhecia antes de realizar essa conquista e talvez até possuísse alguns exemplares. A História relata o caso de um deles. Por outro lado, existem registros sobre Ciro (o Grande) que viveu dois séculos antes de Alexandre, que fala sobre o povo dos molossos terem oferecido ao rei um cachorro de combate extraordinário que somente demonstrava suas qualidades perante um adversário que estivesse à sua altura, ou seja, um elefante, o qual segundo Heródoto, despedaçava qualquer adversário num abrir e fechar de olhos. Portanto a fama destes cães os precedem.

No antigo mundo não se atribuía uma origem asiática a esses cães. A hipótese mais difundida é que os Mastins teriam chegado à Grécia levados por Alexandre, o Grande, por volta do ano 300 aC. Os gregos introduziram os cães na sociedade romana, que os adotaram fazendo uso dos cães em combates e também em jogos de circo, onde confrontavam-se com os gladiadores e com os animais selvagens que eram trazidos dos territórios conquistados. Embora também tenham sido utilizados em outras tarefas como guarda de propriedades segundo um retrato sobre a raça datado do séc. III O cão de guarda da casa deve ser preto ou escuro, de modo a que durante o dia possa ser visto pelo ladrão e o seu aspecto escuro lhe inspire um sentimento de medo. À noite, o cão dilui-se na escuridão, e passa despercebido, de forma a poder atacar sem ser visto. A sua cabeça é tão maciça que se apresenta como a parte mais importante do corpo”. 

Especialistas ingleses, no entanto, tem uma outra teoria. Eles alegam que o Mastiff foi levado para a Grã-Bretanha pelos fenícios cerca de 500 aC e se espalharam de lá para o resto da Europa. De qualquer forma, o Mastim Napolitano é um descendente direto de cães Molossos romanos, que foram cães utilizados pelas tropas romanas em sua conquista do mundo.

Enquanto a raça extinguiu-se por todo o resto da Europa, o Mastim Napolitano continuou sobrevivendo, mantido quase isolado na região da Campânia, na Itália, apesar dos perigos do tempo e da guerra. Pode-se dizer, portanto, que o Mastim Napolitano tem existido na região de Campânia por dois mil anos, mesmo que ele não tenha sido oficialmente reconhecido até 1946, e seu padrão não tenha sido definido até 1949.

Portanto sabemos que a raça Mastim Napolitano foi criada para uso em guerra e foi amplamente utilizado em sangrentos espetáculos de arena romana. Hoje esta raça poderosa tem uma merecida reputação como um cão de guarda formidável. Cães da raça têm sido usados pela polícia e pelo exército italiano e pelos agricultores daquele país, também é largamente utilizado em seu país como guarda de propriedade.

Embora o Mastim Napolitano tenha sido exibido pela primeira vez na Itália, em 1946, a raça ainda era bastante rara no resto do mundo. O Mastim Napolitano foi reconhecido pelo (ENCI), entidade nacional de cinofilia italiana e Scanziani foi o autor do primeiro padrão do Mastim Napolitano, em 1971. A partir de 1972, a raça Mastim Napolitano começou a expandir-se fora de Itália, em particular na Alemanha e na Holanda. Chegou em 1975 à França e assim começou a ser exportado para todo o mundo incluindo Japão e Américas.

Temperamento e cuidados com a raça Mastim Napolitano

O Mastim Napolitano, raça de cães oficialmente chamada de Mastino Napoletano, não é uma raça para todos. Esta raça a primeira vista, pode parecer um pouco intimidante, mas na verdade é uma raça de cachorros muito carinhosos, calmos, tranquilos e amorosos. Cachorros da raça Mastim Napolitano gostam de receber visita de pessoas da família e amigos, sendo muito bons anfitriões. O Mastim Napolitano é um cachorro que baba bastante, principalmente em tempo muito quente, e depois de beber água gostam de se limpar nas pessoas o que as vezes não é lá muito agradável. Os machos tendem a ser mais babões do que as fêmeas.

Cães da raça Mastim Napolitano são muito inteligentes e também muito obedientes, trata-se de uma raça de cachorros com uma índole extremamente protetora, corajosa e apesar de ter um ar um pouco sério, devido a expressão de seu rosto, são muito gentis. Dotados de um temperamento calmo, estes cães tendem a latir apenas quando necessário. Alguns exemplares da raça podem ser reservados com estranhos e por isso é sempre importante socializá-los bem com pessoas, lugares, sons e animais desde muito cedo. Estes cães são geralmente muito carinhoso com as crianças, desde que sejam crianças que não machuquem, não gritem com eles e tenham sido ensinadas a ter um comportamento adequado e educado diante de um cachorro, em geral cães sabem respeitar quando são respeitados e também em geral cães não reagem bem a gritos e comportamentos histéricos.

O Mastim Napolitano pode viver pacificamente com outros animais de estimação, mas como com a maioria dos cachorros, precisa ser socializado com o outro animal desde filhote. Para todo tipo de cachorro o treinamento de obediência é extremamente importante e não poderia ser diferente com cães da raça Mastim Napolitano.

Após ensinar os comandos básicos de obediência para cães desta raça, você terá um cão perfeito que estará sempre seguindo seu dono pronto a responder. Esta raça precisa ser liderada por uma pessoa firme, equilibrada, que saiba dar carinho mas também impor limites. Por isso a socialização do Mastim Napolitano é sempre mais simples quando se inicia desde bem filhote. Se o adulto desta raça não lhe identificar como uma pessoa segura, poderá parecer teimoso e certamente ficará desobediente.

Toda criança que possui um cachorro de qualquer raça ou porte, precisa ser ensinada a liderar seu cachorro, é imperativo que cães não sejam dominantes em nenhum grau com relação às pessoas da casa. Socializar esta raça enquanto filhotes é ainda mais importante, devido ao porte físico do Mastim Napolitano. Este cachorro é um cão de guarda nato, também é bastante territorial e por isso não é recomendado ensinar ao cachorro treinamento de ataque. Na verdade é praticamente impossível impedir um Mastim Napolitano de atacar não importa o quanto eles se tornem submissos, por isso não ensine um cão desta raça adestramento de ataque. Como trata-se de uma raça de cachorros extremamente territoriais, instintivamente irão reagir a uma invasão e somente se não forem adestrados para atacar, irão responder positivamente ao comando do dono.

Você precisa ser consistente durante o adestramento de seu Mastim, até que ele de fato aprenda o comando que está sendo ensinado, não evolua para um próximo comando se ele não estiver respondendo plenamente. Eles tem horror a pessoas com uma atitude grosseira ou que eles detectem como fraca. Precisam de carinho associado a uma energia positiva, precisam sentir que você sabe o que está fazendo para assim quererem obedecê-lo. O Mastim Napolitano realmente não é uma raça de cães para qualquer um, são temperamentais, mas também seria um exagero descrevê-los como cães perigosos. Proprietários tranquilos e seguros irão exercer uma liderança natural alcançando ótimos resultados com esta raça maravilhosa de cães. Com um adestramento de obediência e um proprietário experiente que saiba demonstrar liderança, o Mastim Napolitano será um cachorro maravilhoso para sua família.

O Mastim Napolitano é um cão que precisa de caminhadas diárias para fazer exercício e brincar, como tem uma tendência de ser uma raça de cachorro super-protetora, se não se exercitarem e ficarem muito tempo presos alguns exemplares podem acabar desenvolvendo um comportamento agressivo. Por isso é recomendado brincar bastante com seu cachorro e mantê-lo o máximo de tempo possível envolvido com o convívio social da família, não mantenha seu Mastim Napolitano isolado em um canil ou solitário no jardim, eles realmente precisam fazer parte de sua matilha. Ao corrigir seu Mastim Napolitano a intensidade da correção terá que ser compatível a intensidade do cachorro e o momento da correção sempre deverá ser preciso.

Os cães adultos da raça Mastim Napolitano necessitam manter um alto nível de exercícios físicos. Por isso é imperativo que seu cão faça longas caminhadas pelo menos duas vezes por dia. Sempre tendo em mente que todo cachorro deverá andar ao lado ou atrás de você, para que fique bem claro sua posição de liderança na cabeça do cachorro. Também é importante ensinar ao seu cachorro que ele entra ou sai de portas, portões e entradas, somente após você tê-lo feito primeiro. Pequenas atitudes muito simples como estas manterão você sempre no comando.

Como a raça Mastim Napolitano tem uma pelagem curta, não necessita de muito cuidado, banhos somente quando necessário e apenas a escovação periódica para remover a pelagem morta, são o suficiente para manter seu cão muito bonito e com a pelagem brilhante. Realmente esta não é uma raça de apartamento, mas se você desejar muito tê-lo em um apartamento, considere a necessidade veemente de exercitá-lo. Esta é uma raça que adora ficar junto ao dono no interior da casa, e sua atividade no interior é bastante tranquila.

Tenha cuidado redobrado com o cachorro da raça Mastim Napolitano em dias quentes, os Mastins sofrem muito com calor intenso, em dias de calor intenso, passeie com seu cão em horários de sol fraco, como início da manhã e começo da noite. Mantenha água fresca à vontade e um lugar com sombra para que ele possa se deitar. Exercícios na água são indicados em dias assim. A expectativa de vida da raça Mastim Napolitano é de 10 anos.

Raça Mastim Napolitano – Mastino Napoletano

O Mastino Napoletano é um excelente cão de guarda, muito dócil com a família e insuperável guardião de propriedades. O Mastino Napoletano é um cachorro muito equilibrado, dotado de um apurado discernimento entre o bem e o mal, o certo e o errado. Trata-se de um molosso muito antigo, descendente provavelmente do Mastim do Tibete.

Registros da época da Roma Antiga, catalogaram a existência de um cão que obedece as características descritivas do Mastim Napolitano.
Estes cachorros eram usados para guarda das casas, devido ao seu tamanho e coloração do pelo, que amedrontava os ladrões durante o dia, e passavam desapercebidos durante a noite. No entanto, o Mastim Napolitano, tal como o conhecemos hoje, foi apresentado à cinofilia em uma exposição na cidade de Nápoles no ano de 1946.

O pelo da raça Mastim Napolitano é curto, denso e uniforme e a pele é solta. A altura dos exemplares machos da raça varia de 65 a 72 cm, medidos sempre a altura da cernelha. As fêmeas, medem de 60 à 68 cm. O peso da raça varia de 50 a 70 kg.

Ficha da raça – Mastim Napolitano

País de origem – Itália
Nome orginal – Mastino Napoletano
Grupo 2 – Pinscher, Schnauzer e Molossóides
Utilização – Guarda e Defesa
Porte – Grande
Necessidade de exercício diário – Alta
Temperamento – Leal, vigilante
Adestrabilidade – Alta

Galeria de fotos – taça Mastim Napolitano

Mastim NapolitanoMastim NapolitanoMastim NapolitanoMastim NapolitanoMastim NapolitanoMastim Napolitano

Outros cães de guarda, trabalho e utilidade

Grupos Caninos

Veja abaixo as raças de cachorros separadas por grupos.

 

Raças listadas por tamanho

Saiba + sobre a raça Mastim Napolitano

Padrão da Raça (FCI)

Padrão oficial internacional da raça mastim napolitano (CBKC – FCI) – Em português

Padrão da Raça (AKC)

Padrão da raça mastim napolitano versão American Kennel Club (AKC) – Em inglês

Livros sobre a Raça Mastim Napolitano

Neapolitan Mastiff: A Comprehensive Owner’s Guide – 2003

Official Book of the Neapolitan Mastiff – 1996

Fonte – Guia de Raças

Guia de Raças de Cachorros