Malamute do Alaska

Raça Malamute do Alaska

Malamute do Alaska é um cachorro da família dos Spitz e cães do tipo primitivo, e é nativo das regiões do norte do hemisfério ocidental. Trata-se de um cão de porte grande, mas a característica mais marcante da raça é que eles são fisicamente muito mais fortes do que outras raças de tamanho similar. É um cachorro de estimação afetuoso, simpático, e fiel. São tão brincalhões com as pessoas que não são adequados para guarda.

Malamute do Alaska

Raça Malamute do Alaska

Raça Malamute do Alaska

O Malamute do Alaska é um cachorro da família dos Spitz e cães do tipo primitivo, e é nativo das regiões do norte do hemisfério ocidental. Trata-se de um cão de porte grande, mas a característica mais marcante da raça é que eles são fisicamente muito mais fortes do que outras raças de tamanho similar. Eles foram originalmente criados por uma tribo de esquimós, “os Malamutes”, de onde surgiu o nome da raça. Os Malamutes são cachorros muito utilizados para puxar trenós no inverno, também são utilizados para guardar rebanhos de renas e caça ao urso polar, alces ou lobos. Estes cães sempre foram ótimos animais de estimação muito leais a suas famílias e protegiam e mantinham as crianças quentes durante as longas noites de inverno.

História da raça Malamute do Alaska

O  Malamute do Alaska é um cachorro de estimação afetuoso, simpático, e fiel. São tão brincalhões com as pessoas que não são adequados para guarda. No entanto, eles não são indicados para qualquer tipo de proprietário, porque, apesar de sua índole carinhosa com as pessoas, não se trata de uma raça fácil de manejar. Exemplares da raça Malamute do Alaska tendem a ser muito dominantes e exigem um treinamento de obediência desde bem jovens e uma socialização precoce. Malamutes nunca podem sequer ter a chance de se mostrar líderes da matilha “família” devido a sua força física. A raça Malamute do Alaska também responde muito mal a métodos agressivos. Bater ou gritar com um Malamute, pode resultar, em algum momento, em um reação indesejada por parte do cachorro. O Malamute do Alaska é uma raça de cachorro que precisa de muito amor e muita disciplina. É uma raça muito inteligente e por isso, você precisa ser extremamente firme e consistente, mas nunca agressivo.

Nativos de lugares muito frios, os cães da raça Malamute do Alasca também se adaptaram bem aos climas mais temperados, mas nunca devem viver em regiões que apresentem temperaturas excessivamente altas. A pelagem desta raça possui um comprimento médio de espessura, pelos externos grossos e densos que variam de 1 a 2 centímetros de profundidade.

Temperamento e cuidados com a raça Malamute do Alaska

O cuidado necessário é pequeno, mas deve ser feito regularmente, banhos não são necessários mais que duas vezes por ano. Malamutes adultos precisam de ao menos uma hora de exercícios todos os dias. Passeios de coleira e brincadeiras ao ar livre são fundamentais para a socialização e educação dos cachorros desta raça.

A raça de cachorro Malamute do Alasca precisa de companhia e precisa ser criado como membro da família. Se for o caso de ficar na área externa da casa, necessita morar com acesso a um canil construído de forma apropriada, protegido, (não gostam de casinhas de cachorro) sem vento e com a companhia de outro cachorro, preferencialmente uma fêmea. Malamutes machos tendem a ser agressivos com outros cães machos. Eles podem conviver com gatos se forem acostumados desde muito cedo, mas neste caso é recomendado o acompanhamento constante durante o início.

O Malamute do Alasca ideal deve ser um cão de ossatura pesada, com membros perfeitos, boas patas, peito profundo e ombros poderosos, além de apresentar todos os outros atributos físicos necessários para uma eficiente performance no cumprimento de sua tarefa. É um excelente animal de estimação, muito leal a sua família. Historicamente, a raça ficou conhecida por manter as crianças aquecidas durante as longas noites de inverno.

Guia de Raças – Malamute do Alaska

O Malamute do Alasca é um cachorro da família dos Spitz, nativo das regiões do norte do hemisfério ocidental. É uma das raças mais antigas de cães de trenó. Trata-se de um cão de porte grande, afetuoso, dócil, e extremamente forte. É utilizado em sua região de origem para puxar trenós no inverno e também como cão de guarda e até de caça.

O Malamute ideal deve ser um cão de ossatura pesada, com membros perfeitos, boas patas, peito profundo e ombros poderosos, além de apresentar todos os outros atributos físicos necessários para uma eficiente performance no cumprimento de sua tarefa. É um excelente animal de estimação, muito leal a sua família. Historicamente, a raça ficou conhecida por manter as crianças aquecidas durante as longas noites de inverno.

De focinho grande e stop leve, o Malamute do Alaska apresenta uma cabeça larga, de tamanho sempre proporcional ao tamanho do corpo.
Os olhos do Malamute do Alaska são castanhos, de tamanho médio e forma ovalada. Os lábios e a pigmentação da borda dos olhos são pretos. As orelhas são de tamanho médio, pequenas em relação à cabeça.

O Malamute do Alaska apresenta uma pelagem de proteção espessa e rústica, com subpelo denso, oleoso e lanoso. Em geral, os cães desta raça têm uma pelagem mais curta e menos densa durante o verão. As cores, em geral, variam de cinza claro, passando pelas tonalidades intermediárias do preto, areia e tonalidades de areia ao vermelho. A única cor sólida aceita para a raça é todo branco.

A altura ideal para a raça Malamute do Alaska, assim como para outros cães de tração, é de 63,5 cm para os exemplares machos, e de 58,5 cm para as fêmeas, medidos sempre à altura da cernelha. O peso para os machos da raça Malamute do Alaska gira em torno dos 38,5 kg, enquanto as fêmeas devem pesar, em média, 34 kg.

O Malamute do Alasca, ou Alaskan Malamute é uma raça de cachorro oriunda dos Estados Unidos da América. Considerada antiga, tem sua origem imprecisa, embora saiba-se que tenha sido desenvolvida por tribos do Alasca para o trabalho. Criado para puxar trenós e auxiliar na caça, foi nomeado em homenagem à tribo que primeiramente desenvolveu a raça, os Mahlemuts. De grande porte, o Malamute do Alaska possui pelagem densa, macia e rústica, com a presença de subpelo. Seu temperamento é classificado como amistoso e afetivo, bem como companheiro, brincalhão e por vezes, maduro.

Ficha da raça Malamute do Alaska

País de origem – Estados Unidos da América
Nome original – Alaskan Malamute
Grupo 5 – Spitz e cães de tipo Primitivo
Utilização –  Tração (cão de trenó) e cão de companhia
Porte – Médio a Grande
Necessidade de exercício diário – Média / Alta
Temperamento – Muito dócil, ativo, inteligente, e brincalhão
Adestrabilidade – Média

Galeria de Fotos – raça Malamute do Alaska

Malamute do AlaskaMalamute do AlaskaMalamute do AlaskaMalamute do AlaskaMalamute do AlaskaMalamute do Alaska

Outros cães spitz e de tipo primitivo

 

Grupos Caninos

Veja abaixo as raças de cachorros separadas por grupos.

 

Raças listadas por tamanho

Saiba + sobre a Raça Malamute do Alaska

Padrão da Raça (FCI)

Padrão oficial internacional da raça Malamute do Alaska (CBKC / FCI) - Em português.

Padrão da raça (AKC)

Padrão oficial do Malamute do Alaska, (versão American Kennel Club) – Em inglês.

Livros sobre a Raça Malamute do Alaska

Alaskan Malamutes – A Complete Pet Owner’s Manual – Autora- Betsy Sikora Siino

Fonte – Guia de Raças