Basset Hound

Raça Basset Hound

Raça Basset Hound

Basset Hound, apesar de ser considerado uma raça oficialmente Inglesa, tem suas origens na França, e ao fim do século 19 teve vários exemplares da raça levados para a Inglaterra, onde se deu início a criação desta raça tão especial. A partir daí eles se espalharam por todo o mundo, particularmente nos os EUA, onde a raça tem uma popularidade incrível e faz bastante sucesso em virtude de sua contagiante simpatia e também é claro, devido a participações de alguns exemplares de Basset Hound em filmes, séries de TV e comerciais de televisão de grande sucesso.

Trata-se de um cachorro com o corpo longo e pernas muito curtas. A cabeça dele é grande e arredondada com um stop moderadamente definido. As orelhas são longas, finas e aveludadas e se estendem até seu pescoço enrugado. Seus olhos tristonhos mostram a parte inferior das pálpebras e seus lábios também são caídos, todos estes atributos físicos lhe conferem uma expressão triste. Ele realmente tem muitas rugas e sua pele é solta com uma pelagem curta e áspera, a cor típica da raça é geralmente tricolor (preto, marrom e branco) ou bicolor (branco e marrom ou preto e branco).

Basset Hound

Raça Basset Hound

Origem e História da raça Basset Hound

O Basset Hound é uma raça de cão nativa da Europa, cujo nome deriva da palavra francesa “Bas” (Baixo ) que junto ao sufixo “et” significa muito baixo.

As investigações genealógicas destes cães de caça nos levam ao francês Bloodhound. Em particular utilizaram uma seleção de assim chamados “Bassetti”, que seriam exemplares com acondroplasia (nanismo). Estes animais tinham a aparência de um cão de tamanho normal mas com membros curtos e fora do padrão. A grande diferença entre o “dachshund” e o “basset” é precisamente que o primeiro é um cão pequeno em todos os sentidos. Enquanto o segundo é um cão de médio-grande porte, mas tem pernas curtas.

O Bassetti do qual derivam os Basset Hounds são o Basset d’Artois e Normand (agora combinados em uma única raça: Normand), que foram então, entrecruzados com o Bloodhound na intenção de manter e garantir o tipo de cabeça que ainda podemos reconhecer na raça nos dias de hoje. Apesar do Basset Hound ter grande parte de sua seleção inicial feita na França, nos dias de hoje esta é uma raça de cachorro considerada de origem Inglesa pela FCI.

Historicamente a raça foi utilizada, graças ao seu faro excepcional e baixa estatura, especialmente para caçar animais escavadores (raposa, lebre, faisão). A seleção da raça levou então a desenvolver a morfologia deste cão e melhorar suas habilidades para este tipo de caça. Suas orelhas longas, por exemplo, permitiam ao Basset Hound conduzir odores que estavam no solo diretamente para seu nariz, membros curtos com unhas muito longas e grossas eram muito úteis para se espremer em buracos ou arbustos, enquanto a cauda, ​​que muitas vezes termina em ponta branca permite que o caçador consiga rastrear o cão na grama alta.

Shakespeare descreveu a raça, com a seguinte imagem poética: “Possui orelhas que varrem o orvalho da manhã” A divulgação da raça Basset Hound começou em 1863, quando foi apresentado em um show de cães em Paris. Sua popularidade se espalhou pela Inglaterra, onde havia um animado debate entre duas facções de criadores que queriam um, manter o Basset Hound como cão de caça e o outro, transformá-lo em um animal de estimação. No meio desta discussão haviam agricultores americanos que passaram a reproduzir a raça no intuito de criá-lo como um cão de estimação, sem modificar as suas qualidades originais e habilidades como caçador. A inclinação natural da raça Basset Hound é para a caça. E portanto, eram utilizados para a caça à raposa, a lebre, ao gambá, e faisão. O Basset Hound pode caçar tanto em grupo como sozinhos. Possui um faro tão especial que é quase comparado ao de seu ancestral o Bloodhound, mas seus reflexos são um pouco lentos.

Temperamento do Basset Hound

O Basset Hound é uma extraordinária mistura de simpatia e bondade, em virtude de uma aparência definitivamente engraçada e uma atitude melancólica devido ao seu olhar e as linhas profundas que desenham sua cabeça. O filhote desta raça é muito agitado e brincalhão, mas com o tempo ele ficará calmo e com um ar sonolento, principalmente dentro de casa.

Gentil, leal, sensível, carinhoso e ciumento, mas nunca é agressivo, definitivamente um pouco teimoso, o Basset Hound conquistou os corações das pessoas. Disposto a passar horas na companhia de seu dono ou sua família, o Basset Hound odeia solidão e adora a companhia de pessoas, outros cães ou animais. Devido ao seu passado de caçador, o Basset Hound precisa de uma boa dose de exercício diário e longas caminhadas para saciar sua necessidade de exercícios.

Sem dúvida esta é uma raça muito educada. Vive bem em família. Seu temperamento é amigável e nunca deve demonstrar agressividade. É manso, mas não é tímido. Muito apegado ao seu dono e extremamente amigável com crianças. É incapaz de morder. O Basset Hound gosta de obedecer, principalmente quando há uma recompensa de alimentos. Depois de adulto ele pode ser treinado para passar algumas horas sozinho dentro do apartamento sem fazer bagunça, mas é sempre mais indicado fazê-lo se seu cachorro tiver a companhia de outro animal de estimação, pois ao ficarem sozinhos muito tempo podem latir e uivar. Com a educação adequada o Basset Hound é um cão obediente, mas não se esqueça de suas origens como um caçador e quando ele percebe um cheiro que pode ser considerado interessante é impossível fazê- lo desistir de investigar.

Como cuidar de um Basset Houd

Um macho da raça mede aproximadamente entre 30 e 38 cm, e pesa cerca de trinta e poucos quilos e as fêmeas giram em torno de 28 e 36 cm de altura chegando a pesar até trinta quilos.

Para evitar possíveis aumentos de peso, que poderão acarretar também em problemas de coluna, você não deverá super alimentá-lo. Também é recomendado dividir a dose de ração diária em duas ou três refeições ao dia, em vez de em uma única refeição e ele deverá  permanecer calmo, sem se agitar por um bom tempo após a refeição. É sem dúvida uma boa raça para ser criada em apartamento. São cães muito tranquilos quando estão dentro de casa, mas fora, se eles tiverem a oportunidade, irão brincar e correr durante horas. Eles podem viver bem sem um jardim, mas sempre será bom lhes dar a oportunidade de brincar e correr em parques e gramados, para se manter em boa forma e saúde.

Para mantê-lo, saudável você deve exercitá-lo constantemente, caminhadas são muito importantes e podem satisfazer boa parte do execício diário. Estimule seu Basset Hound a dar pequenos saltos, fazendo movimentos que exercitem as patas dianteiras. Estes cães precisam correr e brincar bastante, se lhes for dada a oportunidade de fazê-lo, é uma raça que tem alta resistência. A raça tende a latir quando deseja alguma coisa ou querem sugerir que não gostam de algo. Muitas pessoas dizem que seus Bassets falam, por emitir alguns murmurinhos, como se estivessem tentando se comunicar.

Por ter uma pelagem lisa e curta, o Basset Hound é muito fácil de cuidar. Uma boa escovação semanal, com uma escova adequada são o suficiente para mantê-lo bonito e limpo. Banhos só se for necessário, é muito importante para a raça, limpar os ouvidos uma vez por semana e mantê-lo com as unhas aparadas. A raça Basset Hound vive entre 8 e 12 anos.

Saúde do Basset Hound

O Basset Hound é um cão peculiar. Pesado e com pernas curtas, o que dificulta um pouco seu movimento. Sua pele também é um pouco enrugada, o que pode levar a infecções cutâneas como dermatites. Suas orelhas são longas, muitas vezes arrastando no chão quando ele está farejando algo em seu caminho.

  • A importância com a pelagem e cuidados com higiene para a saúde: A pelagem da raça Basset Hound  é curta e ligeiramente enrugada, e apesar de ser razoavelmente fácil de cuidar, exige uma atenção regular, pois devido as dobras, pode levar a infecções cutâneas como dermatites e eczema úmido, devido a falta de cuidados. É importante manter o Basset Hound sempre muito bem seco depois do banho e ter bastante atenção ao comportamento com relação a lambeduras na pele, para que não formem feridas provocando desconforto ao cachorro. O Basset Hound também deve ser observado de forma mais rigorosa em dias de calor intenso, devido a sua conformação física ele pode ter dificuldade em regular sua temperatura se exposto por muito tempo ao Sol forte (já falamos a respeito da importância dos cuidados com cães em dias de muito calor se você deseja saber mais sobre este assunto acesse: Hipertermia em cães) por isso, se você vive em uma casa com jardim, não esqueça de abrigar seu Basset Hound em dias quentes de verão, para que ele não sofra de Hipertermia.
  • Saúde dos olhos do Basset Hound: A raça Basset Hound é listada pelos especialistas em oftalmologia veterinária como uma das raças que apresentam o maior índice de exemplares acometidos pela Goniodisgenesia que é um tipo de glaucoma congênito, também conhecido como displasia dos ligamentos pectinados. Esta doença pode se manifestar logo após o nascimento ou nas primeiras semanas de vida, é bastante difícil de tratar e em geral causará cegueira devido a falta de resposta ao tratamento. Outro problema de visão que pode acometer a raça é o ectrópio, também de origem hereditária. O Ectrópio se caracteriza quando a extremidade da pálpebra se dobra para fora. (já falamos aqui no blog a respeito de problemas de visão que acometem os cães, se quiser ler mais a respeito deste artigo acesse: Problemas de visão em cachorro)
  • O Basset Hound e a displasia coxo femoral: Displasia Coxo femoral é uma anormalidade, muitas vezes de origem genética das articulações do quadril, causando dor e incapacidade de se movimentar. Como todas as raças de cachorros o Basset Hound também está predisposto a apresentar problemas deste tipo, por isso é importante checar com os criadores os laudos radiográficos de displasia dos pais antes de adquirir um filhote (já falamos a respeito de rinite alérgica em cães, se quiser sabe mais sobre este assunto acesse: Displasia coxofemoral em cães).
  • O Basset Hound e a Displasia do cotovelo: A displasia do cotovelo é um conjunto problemas derivados de uma má formação das articulações que normalmente se desencadeiam durante o desenvolvimento. Esta patologia afeta principalmente cães de grande porte entre os 4 e 12 meses de vida. Acredita-se que tenha origem genética, mas fatores externos também podem desencadear este tipo de problema. No Brasil os canis não costumam realizar este tipo de exame que pode levar o animal a desenvolver claudicação.
  • O Basset Hound e a luxação patelar: A luxação de patela é um problema muito comum em cães da raça Basset Hound. Este tipo de problema ocorre quando a patela (osso do joelho), desalinha junto ao músculo do quadríceps, causando luxação neste ponto, o que promove o desencaixe das articulações do joelho. Este tipo de problema ortopédico ocorre mais comummente nesta raça de cães, devido a sua anatomia e deve ser tratado o mais rápido possível a fim de ter mais chances de sucesso para o tratamento.
  • O Basset Hound e a doença de Willebrand : A Doença de von Willebrand é uma doença hemorrágica hereditária causada por uma diminuição ou uma disfunção da proteína chamada de fator de von Willebrand (FvW). Isto ocorre devido à mutação no cromossomo 12 e é caracterizada por deficiência qualitativa ou quantitativa do fator de von Willebrand. Distúrbios na hemostasia fazem com que o cachorro apresente alterações patológicas como hemorragias e trombose. Esta é uma doença muito comum em pequenos animais e apesar de ser uma doença congênita também pode ser adquirida.
  • O Basset Hound e os problemas de coluna: Devido a sua fisiologia esta raça é predisposta a enfrentar problemas de coluna, principalmente exemplares que não se exercitam e acabam sofrendo com o sobrepeso. É muito importante que o proprietário esteja ciente de que para ter uma vida saudável seu Basset Hound deve se exercitar diariamente e ter uma alimentação balanceada a fim de promover uma vida sem desconforto para seu mascote.
  • O Basset Hound e a osteoartrite: Este também é um problema muito comum em cães de porte grande, mas devido a acondroplasia (nanismo) esta é uma raça com forte predisposição a desenvolver problemas articulares em idades avançadas.
  • Outras doenças: Outras doenças podem acometer o Basset Hound, mas estas doenças não possuem atualmente exames de rastreio genético que possam ser realizados pelos criadores a partir dos pais e avós dos filhotes. Cães de forma geral estão predispostos a adquirir doenças como problemas de pele, problemas derivados de crescimento acelerado em raças grandes, câncer e catarata em animais de idade avançada. Infelizmente problemas de saúde como estes podem ocorrer em quaisquer cachorros independentemente da qualidade do criador. Por isso é muito importante cuidar de seu cachorro sempre da melhor forma possível, e ao menor sinal de problemas levá-lo ao veterinário a fim de detectar problemas no início e assim promover um rápida recuperação para seu cachorro.

Precauções importantes antes de adquirir seu filhote de Basset Hound

  • Solicite ao criador informações sobre o histórico veterinário dos pais, avós e bisavós de seu filhote. O criador é a pessoa mais qualificada para informar a você sobre os eventuais problemas e riscos, no entanto, cabe a você considerar as opções mais adequadas na hora da aquisição do seu filhote de cachorro. Caso algum problema na linhagem do seu filhote seja apontado pelo criador, procure considerar as implicações e tome a decisão com cautela.
  • Pergunte ao criador qual é a política do canil em relação aos casos de doenças genéticas graves que possam acometer seu cão futuramente. Alguns criadores pedem para que o novo proprietário informe sobre possíveis problemas de saúde com seus filhotes, a fim de aprimorar as decisões a respeito das futuras ninhadas.

Preço do Basset Hound

Quanto custa um Basset Hound?

  • O valor do Basset Hound, como para todas as raças de cachorros, poderá variar de acordo com cada criador e também com cada tipo de criação. Canis que participam de eventos de exposição, em geral, gastam muito mais com pesquisas e aprimoramento genético e em decorrência destes gastos, os filhotes acabam saído mais caro. Já falamos um pouco sobre exposição aqui no Blog do Cachorro se você tiver interesse em saber mais sobre este assunto acesse: Como faço para levar meu cachorro a uma exposição de beleza?
  • Alguns canis não participam de exposições, mas realizam um trabalho genético muito responsável, com exames e outros procedimentos veterinários de alto custo, que variam desde um simples exame de brucelose antes do acasalamento (já falamos sobre brucelose aqui no blog, se tiver interesse de saber mais sobre este assunto, acesse: Brucelose Canina), inseminação artificial (já falamos sobre inseminação artificial em cães aqui no blog, se tiver interesse de saber mais sobre este assunto, acesse: Inseminação artificial em cães), até a realização de radiografias coxo femorais em seus padreadores e matrizes (já falamos sobre displasia coxo femoral aqui no blog, caso queira saber mais sobre o assunto, acesse: Displasia coxo femoral em cães).
  • Acompanhando nosso GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL, listado logo abaixo deste texto, você poderá compreender melhor quais são as diferenças que elevam ou reduzem o preço do filhote de Basset Hound, de acordo com cada tipo de criação e assim ficará confortável para fazer a escolha de um filhote para você e sua família.

 

Para ajudar você, elaboramos o Guia de Aquisição de um Filhote Saudável, que irá lhe ajudar desde a escolha do canil até a chegada de seu Basset Hound em casa.

Qual a hora ideal de tirar um filhote da ninhada?

Qual a hora ideal de tirar um filhote da ninhada?

Será que existe uma hora ideal de tirar um filhote da ninhada? Quando posso levar meu filhotinho para casa? Quando decidimos adotar ou comprar um filhotinho, a ansiedade de levá-lo para…

Você está preparado para ter um cachorro?

Você está preparado para ter um cachorro?

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE I Você está preparado para ter um cachorro? – Há muito tempo tenho vontade de preparar um guia para aqueles que tem…

Como comprar um cachorro de raça?

Como comprar um cachorro de raça?

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE II Como comprar um cachorro de raça? Nessa segunda parte do nosso guia para aquisição de um filhote saudável, vamos abordar…

O que comprar para meu filhote?

O que comprar para meu filhote?

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE III O que comprar para o meu filhote antes de levá-lo para casa? O que comprar para meu filhote – Se…

Levando o filhote para casa nova

Levando o filhote para casa nova

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE IV Este é, sem dúvida, um tópico importante e muita gente acaba tendo dúvidas de como proceder adequadamente quando chegar a…

Primeira noite do filhote – Chegando em casa

Primeira noite do filhote – Chegando em casa

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE V Se você está acompanhando o nosso Guia para Aquisição de um Filhote Saudável, vamos falar agora sobre outro ponto importante…

Ficha da raça – Basset Hound

Basset Hound

Galeria de Fotos – raça Basset Hound

Basset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset HoundBasset Hound

 

Outros cães sabujos e farejadores

 

Grupos Caninos

Veja abaixo as raças de cachorros separadas por grupos.

 

Raças listadas por tamanho

 

Saiba + Sobre a Raça Basset Hound

Padrão da Raça (FCI)

Padrão oficial internacional da raça Basset Hound (CBKC – FCI)  – Em Português

Padrão da Raça (AKC)

Padrão oficial da raça Basset Hound na versão do American Kennel Club (AKC) – Em Inglês

Fonte : Guia de Raças 

Guia de Raças de Cachorros