Akita

Raça Akita

Akita é um cachorro realmente muito antigo, pesquisas recentes revelaram através de estudos precisos de DNA e datação molecular que se trata de uma das raças mais primitivas. Este estudo, determinou a existência do cachorro da raça Akita Inú  já a cerca de 40.000 anos atrás, enquanto a grande maioria dos cachorros que conhecemos hoje em dia evoluíram a partir de lobos a cerca de 15.000 anos atrás.

Akita é um cão de tamanho médio, e em sua classificação morfológica é considerado como um lipoide. É um cão de construção forte, com estrutura óssea forte e corpo muito bem proporcionado. Suas características mais marcantes são o poder e dignidade. Ele tem uma pelagem macia e uma cauda que se enrola sobre a garupa. Esteticamente, esta raça combina harmonia força.

Akita

Raça Akita

Esta raça definitivamente pertence a uma linhagem de cães nórdicos do oriente a que pertencem muitos cães de trenó e outras raças, como o “Kamchatka” ou “Laika” e outros cães de trenó da Sibéria. O Akita é parte do grande grupo de cães japoneses, em que você pode encontrar  semelhanças na aparência geral e em algumas características, o “Cão Hokkaido”, o “Shiba Inu”, o “Kisu ken” , o “Shikoku ken”, o “Kai-ken”, e outros. O berço de origem  do Akita Inu está na área da ilha de Honshu na região norte-ocidental, que é uma das maiores ilhas que compõem o arquipélago japonês. No passado era usado para caça grande e também para o combate.

 

 

 

Origem e História da Raça Akita

Os ancestrais do Akita, eram conhecidos como “Odate inu”, “Kazuno inu” e Nambu inu “nomes derivados de regiões de origem da raça que data aproximadamente do período Yayoi 300 aC a 400 dC. Os cães que viviam nas montanhas ou no campo foram utilizados para a caça e eram conhecidos como os “Matagi inu”.
No período Yayoi começou o cultivo de arroz, mas devido ao clima frio, a produção era pobre e as pessoas ainda dependiam da caça, especialmente em áreas ao redor de Odate isoladas por montanhas altas. A caça era  parte integrante da vida dos nativos destas aldeias, chamadas “aldeias Matagi” até o período Meiji (1868-1912).

No período Kamakura (1195 – 1333), temos os primeiros relatos documentados de brigas de cães, mas a maior popularidade foi alcançada no período Tokugawa (1612-1868). E ‘neste período em torno do ano 1630, o ancestral do Akita foi usado para a caça, até então, o “Matagi inu” e tornou-se famoso na área de Tohoku. Desde então, a propriedade desses cães foi reservada apenas para Shogun o líder imperial, que utilizava o cachorro para caçar o que lhe conferia grande vantagem, devido a  tenacidade lendária deste cachorro.
O Matagi Akita foi posteriormente usado para a defesa da propriedade. Isto tornou-se necessário como resultado de um período de grande escassez (1783), que levou a instáveis ​​condições sociais e forçou os moradores dessas áreas a adquirirem cães de guarda para auto-defesa . Estas foram as bases históricas dos ancestrais da incrível raça japonesa Akita .

No período Tokugawa (1612-1868) a luta de cachorros teve seu maior desenvolvimento, serviu para preservar o espírito de luta do guerreiro samurai e continuou durante toda a era Meiji (1868-1912).

Por volta de 1897 foram introduzidos para cães de briga o Tosa. Inicialmente, o Matagi Akita mostrou-se mais resistente, forte, mas depois de cruzar o Tosa com outras raças europeias a situação foi revertida. Durante o período Taisho (1912-1926), um esquadrão de combate de Tosa derrotou os Akitas. Em uma tentativa de recuperar a superioridade do Akita criadores cruzaram seus cães com o Tosa. Interseções continuaram em combinação com outras raças, o que resultou em significativas mudanças físicas de estrutura e conformação  do Akita original. Estes novos cães eram conhecidos como “Shin-Akita”

No início da era Showa (1925-1989), o prefeito de Odate Izumi tornou-se o portador da crescente preocupação de muitos fãs para o declínio do Akita original em detrimento do “Akita novo”. Na tentativa de preservar a pureza da raça,  Odate Izumi, fundou a Sociedade de preservação do Akita Inu-Izumi em 1927 e mais tarde se tornou o primeiro presidente da Hozonkai Akita inu (Akiho).

Após uma extensa pesquisa nas montanhas Akita, seguindo as histórias dos idosos e as poucas fotos disponíveis, em 1931, os pesquisadores reconheceram os  nove cães originais, que foram designados ‘monumentos naturais’, e iniciaram uma restauração da raça, que era até então oficialmente chamado de Akita inu.

Temperamento do Akita

Não é fácil de se impressionar um Akita, com estranhos sempre mantém uma certa distância, e seu comportamento é majestoso digno e reservado inclusive com membros da família, geralmente também não se demonstra um animal exageradamente carinhoso. Alguns Akitas elegem apenas um membro da família e com esta pessoas se derretem em carinhos. Na verdade o temperamento da raça pode variar de exemplar para exemplar e também irá variar bastante de acordo com a criação. Se seu filhote for muito socializado desde bem pequenininho, ele de fato, será menos reservado com visitas e mais afetuoso com todos familiares.

O maior valor destes cães é a dignidade que é um termo mais comumente usado pelos japoneses para definir o Akita, uma palavra que pode parecer fora de lugar, associado a um cão, mas sem dúvida ela reflete a verdadeira natureza deste cachorro.

Para entender o que estou falando, apenas fique na frente de um Akita e como mágica, tudo ficará claro. Diante de você estará um cachorro tranquilo, ousado e confiante, talvez ele também possa te fazer uma festa, mas sempre com moderação, também é aconselhável que você que chegue perto, sem exagerar no barulho e provavelmente será bem recebido.

É importante saber que os cães Akita são altamente dominantes, é muito difícil que haja convívio pacífico entre dois machos ou duas fêmeas, mesmo de outras raças, o Akita tenderá a afirmar a sua superioridade pela força. Um Akita portanto, não é um cão comum e não é sem dúvida um cão para todos, aqueles que decidem comprar um cachorro desta raça devem estar cientes de que terão um cão de personalidade forte, com uma personalidade que deverá ser respeitada, com uma inteligência muito acima da média.

Como cuidar de um Akita

O Akita é um cão bastante peludo, em geral, se um Akita adulto latir, sempre haverá uma razão que não deverá ser subestimada.
O cachorro da raça Akita não é um cachorro que realiza todos os nossos pedidos, portanto o treinamento típico para cães não é recomendado,esta é uma raça de cães que requer uma relação de igualdade, ele deve aceitá-lo como um mestre que seja capaz de ganhar a confiança dele. Educá-los é uma tarefa difícil, mas requer paciência e disciplina, para fazê-los entender que nem tudo é permitido.

O Akita precisa muitos de exercícios físicos como caminhadas regulares, já falamos aqui no blog a respeito da importância das caminhadas para um cachorro e se você for proprietário de um exemplar desta raça, ou está pensando em adquirir um filhotinho, é muito importante estar ciente da necessidade de passear com ele regularmente. Leia: Por que passear de coleira com meu cachorro?

Se você tem um terreno grande com jardim, os passeios de coleira são menos importantes, mas você precisará dar atenção ao seu cachorro promovendo brincadeiras e  exercícios mentais. Esta não é uma raça de cachorros que possa viver sozinha, longe de sua família, eles precisam de convivência com pessoas, carinho e proximidade para serem cães equilibrados e carinhosos. Quando você isola um cão desta raça, pode ter muitos problemas de comportamento que variam desde desobediência até agressividade.

Os pelos devem ser escovados semanalmente para remover pelos mortos, como a queda de pelos é sazonal, ou seja, a pelagem muda duas vezes ao ano, normalmente no outono e na primavera, existe a necessidade de intensificar a escovação neste período. A raça não precisa de muitos banhos regulares, uma ou duas vezes ao ano, em caso de cães bem escovados, pode ser o suficiente para manter a pelagem de seu mascote bonita e saudável. As orelhas precisam de manutenção mais frequente, é aconselhável limpá-las a cada 15 dias a fim de não provocar otite ( já falamos sobre otite aqui no blog, se quiser saber mais sobre este assunto, acesse: Otite Canina – Sintomas, diagnóstico e tratamento). A expectativa de vida da raça Akita gira em torno de 12 a 14 anos.

Saúde do Akita

  • A importância com a pelagem e cuidados com higiene para a saúde: A pelagem da raça Akita possui uma textura bastante densa e exige cuidados regulares e uma atenção mais rigorosa em dias de calor intenso (já falamos a respeito da importância dos cuidados com cães muito peludos em dias de muito calor se você deseja saber mais sobre este assunto acesse: Hipertermia em cães).
  • Saúde dos olhos do Akita: Apesar de não ser uma situação regular, existem relatos de que alguns exemplares da raça apresentaram atrofia progressiva da retina e perda gradual da visão (já falamos aqui no blog a respeito de problemas de visão que acometem os cães, se quiser ler mais a respeito deste artigo acesse: Problemas de visão em cachorro).
  • Torção de estômago: A raça Akita possui uma predisposição a desenvolver torção gástrica (já falamos aqui no blog sobre este assunto, se tiver interesse em ler este artigo, acesse: Torção Gástrica).
  • O Akita e a displasia coxo femoral: Displasia Coxo femoral é uma anormalidade, muitas vezes de origem genética das articulações do quadril, causando dor e incapacidade de se movimentar. Como todas as raças de cachorros o Akita também está predisposto a apresentar problemas deste tipo, por isso é importante checar com os criadores os laudos radiográficos de displasia dos pais antes de adquirir um filhote (já falamos a respeito de rinite alérgica em cães, se quiser sabe mais sobre este assunto acesse: Displasia coxofemoral em cães).
  • O Akita e a Displasia do cotovelo: A displasia do cotovelo é um conjunto problemas derivados de uma má formação das articulações que normalmente se desencadeiam durante o desenvolvimento. Esta patologia afeta principalmente cães de grande porte entre os 4 e 12 meses de vida. Acredita-se que tenha origem genética, mas fatores externos também podem desencadear este tipo de problema. No Brasil os canis não costumam realizar este tipo de exame.
  • Outras doenças: Outras doenças podem acometer o Akita, mas estas doenças não possuem atualmente exames de rastreio genético que possam ser realizados pelos criadores a partir dos pais e avós dos filhotes. Cães de forma geral estão predispostos a adquirir doenças como problemas de pele, problemas derivados de crescimento acelerado em raças grandes, câncer e catarata em animais de idade avançada. Infelizmente problemas de saúde como estes podem ocorrer em quaisquer cachorros independentemente da qualidade do criador. Por isso é muito importante cuidar de seu cachorro sempre da melhor forma possível, e ao menor sinal de problemas levá-lo ao veterinário a fim de detectar problemas no início e assim promover um rápida recuperação para seu cachorro.

 

Precauções importantes antes de adquirir seu filhote de Akita

  • Policite ao criador informações sobre o histórico veterinário dos pais, avós e bisavós de seu filhote. O criador é a pessoa mais qualificada para informar a você sobre os eventuais problemas e riscos, no entanto, cabe a você considerar as opções mais adequadas na hora da aquisição do seu filhote de cachorro. Caso algum problema na linhagem do seu filhote seja apontado pelo criador, procure considerar as implicações e tome a decisão com cautela.
  • Pergunte ao criador qual é a política do canil em relação aos casos de doenças genéticas graves que possam acometer seu cão futuramente. Alguns criadores pedem para que o novo proprietário informe sobre possíveis problemas de saúde com seus filhotes, a fim de aprimorar as decisões a respeito das futuras ninhadas.

 

Preço do Akita

Quanto custa um Akita?

  • O valor do Akita, como para todas as raças de cachorros, poderá variar de acordo com cada criador e também com cada tipo de criação. Canis que participam de eventos de exposição, em geral, gastam muito mais com pesquisas e aprimoramento genético e em decorrência destes gastos, os filhotes acabam saído mais caro. Já falamos um pouco sobre exposição aqui no Blog do Cachorro se você tiver interesse em saber mais sobre este assunto acesse: Como faço para levar meu cachorro a uma exposição de beleza?
  • Alguns canis não participam de exposições, mas realizam um trabalho genético muito responsável, com exames e outros procedimentos veterinários de alto custo, que variam desde um simples exame de brucelose antes do acasalamento (já falamos sobre brucelose aqui no blog, se tiver interesse de saber mais sobre este assunto, acesse: Brucelose Canina), inseminação artificial (já falamos sobre inseminação artificial em cães aqui no blog, se tiver interesse de saber mais sobre este assunto, acesse: Inseminação artificial em cães), até a realização de radiografias coxo femorais em seus padreadores e matrizes (já falamos sobre displasia coxo femoral aqui no blog, caso queira saber mais sobre o assunto, acesse: Displasia coxo femoral em cães).
  • Acompanhando nosso GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL, listado logo abaixo deste texto, você poderá compreender melhor quais são as diferenças que elevam ou reduzem o preço do filhote de Akita, de acordo com cada tipo de criação e assim ficará confortável para fazer a escolha de um filhote para você e sua família.

 

Para ajudar você, elaboramos o Guia de Aquisição de um Filhote Saudável, que irá lhe ajudar desde a escolha do canil até a chegada de seu Akita em casa.

Qual a hora ideal de tirar um filhote da ninhada?

Qual a hora ideal de tirar um filhote da ninhada?

Será que existe uma hora ideal de tirar um filhote da ninhada? Quando posso levar meu filhotinho para casa? Quando decidimos adotar ou comprar um filhotinho, a ansiedade de levá-lo para…

Você está preparado para ter um cachorro?

Você está preparado para ter um cachorro?

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE I Você está preparado para ter um cachorro? – Há muito tempo tenho vontade de preparar um guia para aqueles que tem…

Como comprar um cachorro de raça?

Como comprar um cachorro de raça?

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE II Como comprar um cachorro de raça? Nessa segunda parte do nosso guia para aquisição de um filhote saudável, vamos abordar…

O que comprar para meu filhote?

O que comprar para meu filhote?

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE III O que comprar para o meu filhote antes de levá-lo para casa? O que comprar para meu filhote – Se…

Levando o filhote para casa nova

Levando o filhote para casa nova

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE IV Este é, sem dúvida, um tópico importante e muita gente acaba tendo dúvidas de como proceder adequadamente quando chegar a…

Primeira noite do filhote – Chegando em casa

Primeira noite do filhote – Chegando em casa

GUIA PARA AQUISIÇÃO DE UM FILHOTE SAUDÁVEL – PARTE V Se você está acompanhando o nosso Guia para Aquisição de um Filhote Saudável, vamos falar agora sobre outro ponto importante…

Filhotes de Akita

Sempre comento aqui no Blog do Cachorro que os filhotes requerem especial atenção por parte dos proprietários. Esses cuidados devem ser ainda maiores no caso de animais mais novos, mesmo os filhotes de grande porte. Os proprietários iniciantes – aqueles que estão levando um filhote para casa pela primeira vez – devem ainda prestar maior atenção durante o transporte do filhote para a casa nova,  quando muitas vezes os filhotes podem ficar traumatizados. Para se precaver e tomar todos os cuidados necessários para que isso não aconteça, veja o artigo: Levando o filhote para casa nova. Chegando em casa, o primeiro desafio a ser superado será a primeira noite do filhote longe da mãe e dos irmãos de ninhada. Para saber mais sobre como proceder adequadamente neste caso, confira o artigo Primeira noite do filhote – Chegando em casa.

O Filhote de Akita  é um filhote de porte grande e por isso cresce de forma acelerada. Filhotes crescem naturalmente mais rápido durante as primeiras semanas de vida, mas os filhotes de menor porte, já nascem de um tamanho mais próximo ao que terão quando adultos (em comparação com cães grandes). Por isso, os filhotes de raças de grande porte crescem de forma mais acelerada. Confira mais sobre este assunto no artigo Porte do cachorro – De que tamanho meu cachorro vai ficar?. O filhote de Akita deve chegar ao peso e tamanho aproximado de um cão adulto em torno dos 14 e 24  meses de vida. Problemas de crescimento podem ser evitados em Akita, assim como tantas outras raças de porte médio através da observação da rotina do filhote e do cuidado intensivo, em especial nos primeiros dias e semanas. Alguns cães, por exemplo podem apresentar problemas ósseos e de articulações – veja mais detalhes no artigo Claudicação X piso liso X doenças ortopédicas em cachorro. Por outro lado, outros problemas podem surgir durante esta fase tão delicada. Um bom exemplo são os problemas decorrentes de uma suplementação alimentar inapropriada. Saiba mais sobre este assunto no artigo Os perigos da suplementação alimentar para cachorros, e no artigo Devo dar cálcio para o meu cachorro?.  Outra fonte interessante de informações sobre a fase de crescimento de um cão de grande porte é o artigo Higroma de Cotovelo em cachorro – Calombo. Neste artigo, o proprietário aprende a evitar e tratar dos higromas de cotovelo, doença comum entre os cães grandes.

Filhotes de Akita  à venda

Outro ponto importante que não podemos deixar de citar é sobre a disponibilidade de filhotes no mercado. Conforme explicado em mais detalhes no artigo Como comprar um cachorro de raça?, parte dos interessados em levar um filhote de Akita para casa optam pela aquisição de um animal de raça pura, que deve ser adquirido em um canil especializado na criação da raça. Embora não haja nada de errado em optar por uma adoção de filhotes mestiços, os proprietários que têm interesse nos animais de raça pura devem prestar especial atenção nesta questão. Os filhotes de Akita , assim como os de qualquer outra raça, podem não estar disponíveis para entrega imediata em todas as épocas do ano, isso acontece porque nem todo criador possui filhotes de Akita para venda permanentemente. Na verdade, quanto maior a raridade de uma raça canina, maior será a necessidade de um planejamento junto ao criador ou canil escolhido. Uma das dicas mais importantes em relação a esta questão é evitar adquirir seu filhote de Akita se ele for de procedência duvidosa ou incerta. Em geral, as piores opções são as compras por impulso, que acabam fazendo com que o proprietário adquira o filhote em um pet shop ou feiras de filhote. Este tipo de compra pode terminar em uma grande decepção para o proprietário, que acaba levando para casa um filhote mal cuidado e muitas vezes doente. Além disso, o proprietário acaba por estimular o pior tipo de criação de cães, que visa em primeiro lugar o lucro fácil em detrimento do bem estar dos animais e da qualidade da criação.

Criadores de Akita

Há diversos criadores com filhotes de Akita disponíveis no mercado que são especialistas na criação de cães de raça pura. Conforme comentado mais acima, não há nada de errado em se optar pela adoção de cães, filhotes ou não, todavia, a criação especializada de cães de raça pura envolve maiores custos. Isso acontece porque os criadores ou canis responsáveis pela criação necessitam tomar inúmeras iniciativas, tanto para garantir o bem estar dos animais, quanto para aprimorar a qualidade da criação. Essas iniciativas garantem uma maior qualidade genética da ninhada, controle rígido de saúde, alimentação balanceada, socialização adequada, entre tantas outras coisas essenciais para o desenvolvimento dos filhotes de Akita e cuidados dos padreadores e matrizes. Sempre dê preferência ao criador ou canil especializado na criação da raça Akita e procure observar os esforços por parte do criador em relação ao bem estar, saúde e higiene dos animais e do canil onde vivem. Um criador responsável se mostrará interessado em saber como será a vida do filhote depois de entregá-lo a você, portanto evite adquirir o seu filhote de Akita em um canil onde o proprietário demonstra querer finalizar a venda o mais rápido possível. Sempre que houver desinteresse por parte do criador em como serão os cuidados oferecidos ao filhote após a entrega, desconfie.

 

Ficha da raça – Akita

 
  • Expectativa de Vida: 12-14 anos
  • Temperamento: Equilibrado / Fiel / Protetor / Dócil com a família
  • Adestrabilidade: Média
  • Necessidade de exercício diário: Média / Alta
  • Latido: Moderado (não late por qualquer motivo)
  • Porte: Grande
  • Altura: 67 cm (machos) 61 cm (fêmeas)
  • Peso: até 58 kg (machos) e 49 kg (Fêmeas)

Nome Original: Akita
País de Origem: Japão
Outros nomes: Akita Inu
Função original: Caça e Luta
Utilização: Guarda e Companhia
Grupo 5: Spitz

 

Fotos de Akita – Akita Inu

Foto de Akitaakita-inu-3akita-inu-7akita-inu-6akita-inu-5akita-inu-4

 

Outros cães spitz e de tipo primitivo

 

Grupos Caninos

Veja abaixo as raças de cachorros separadas por grupos.

 

Raças listadas por tamanho

 

Saiba + sobre a raça Akita

Padrão da Raça (FCI)

Padrão internacional da raça (CBKC – FCI). – Em português.

Padrão da Raça (AKC)

Padrão oficial da raça, na versão do AKC – Em inglês.

C.P.A.

Site oficial do C. P. A. Contém informações, padrão oficial (FCI), bolsa de filhotes, eventos – Em português.

S.A.K.I.

Sezione A. Italia. Clube Italiano da raça. Contém links, padrão oficial (FCI) – Em Italiano.

Livros sobre a Raça Akita

Akita, Japan Kennel Club Inc., Japan.

DANESI, Giuliano e DANESI, Gaia. Akita Inu, Itália.

Fonte : Guia de Raças

Guia de Raças de Cachorros