Saúde
julho 28, 2013 postado por Li Kuvasz


Parvovirose canina – Sintomas, prevenção e tratamento

Você sabe o que é parvovirose?

A parvovirose é uma doença viral extremamente contagiosa transmitida através das fezes. Cerca de 80% dos casos terminam em óbito.

Mais comum em cães jovens, que ainda não tem o sistema imunológico formado e ainda não completaram o esquema de vacinação.

Principais Sintomas  da Parvovirose:

  1. Vômito
  2. letargia
  3. anorexia
  4. grande perda de peso
  5. diarreia com sangue são os principais sintomas. Nem sempre temos o quadro febril.
Quais os principais sintomas da parvovirose canina

Parvovirose canina quais são os sintomas?

Após o contato com o vírus, de quatro a cinco dias da infecção instalada, os sintomas começam a se apresentarem, neste período o vírus chega à corrente sanguínea e atinge o intestino e a medula óssea, resultando em depressão, diarreia, com sangue, anorexia, perda de peso, vômitos e letargia.

O vômito é o primeiro sinal, mas como acontece com muitas doenças, é difícil o dono levar logo no início ao veterinário, acreditando ser uma indisposição, algo que comeu, etc.

Justamente por este motivo, quando diagnosticada, geralmente já se encontra em um estágio mais avançado da doença.

Febre e hipotermia não ocorrem em todos os cães com parvovirose.

As diarreias com sangue em conjunto com o vômito fazem o cachorro desidratar rapidamente podendo vir a óbito de 24 a 48 horas após os primeiros sintomas. O cachorro perde a capacidade de absorver nutrientes, tais como proteínas, açúcares, gorduras, minerais e água.

Raças como os Rottweilers e Dobermanns possuem uma sensibilidade maior ao vírus, como garantia, o protocolo de vacinação para estas raças pede uma dose a mais de vacina no filhote.

Raro, mas pode acontecer uma infecção bacteriana generalizada, pois as lesões que o vírus causa no intestino, facilitam a entrada de agentes infecciosos e sua disseminação por via circulatória, ocasionando focos de infecção em outros órgãos importantes como o coração.

Tratamento da parvovirose:

  1. O primeiro passo é isolar o cachorro para evitar o contágio de outros e fazer a internação para a administração de fluidos e eletrólitos de reposição das perdas. O risco de morte é grande. Paralelo a isto deve- se administrar antibióticos e antieméticos para evitar o vômito.
  2. Vitaminas e uma alimentação especial serão necessárias para que o cachorro volte a ter apetite.
  3. O resultado do tratamento depende muito do estado imunológico do cachorro e do estágio em que a doença está.

Prevenção da parvovirose:

  1. A melhor forma de prevenir é vacinar o cachorro anualmente.
  2. A limpeza do ambiente também é uma forma de prevenir, devem-se usar desinfetantes apropriados, pois somente estes eliminam o vírus.
  3. No filhote devem ser ministradas quatro doses iniciais da vacina, com intervalos de 3 a 4 semanas entre cada administração e depois de terminado esse protocolo, deve ser realizado um reforço anualmente.

 

Veja + sobre parvovirose canina – Vídeo realizado por alunos de Medicina veterinária da UFT

Saiba + sobre parvovirose canina

Parvovirose Canina

Clínica Veterinária Vet Vida Dra Andreia Fragoso

Saiba + sobre todas as raças de cachorros

Guia de Raças



Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

Sou apaixonada por cachorro, não consigo imaginar minha vida sem eles. É muito bom poder falar sobre nossos amigos peludos aqui, crio Kuvasz e Norfolk Terrier, e será muito prazeroso dividir aqui nossas experiências.

Ver artigos de Li Kuvasz