Curiosidades
dezembro 22, 2014 postado por Li Kuvasz


Microchip para cachorro

Microchip para identificação de seu cão – Milhares de animais acabam abandonados por terem fugido ou se perdido de seus donos todos os anos. Infelizmente, menos de 10% dos cães são recuperados pelos seus proprietários. Uma das formas de aumentar as chances de encontrar o seu animal de estimação perdido é através do sistema de microchip.

Quando adquirimos um cachorro, seja filhote, adulto, de raça ou sem raça definida, uma das primeiras preocupações que nos vem a cabeça é o cuidado que devemos ter caso ele se perca. É um cuidado muito importante, porque alguns cães podem fugir com medo de fogos, em lojas de banho e tosa, por um momento de distração em que o portão ficou aberto, clínicas veterinárias, hotéis, etc. Estes estabelecimentos são preparados para que não aconteça este tipo de situação, porém, acidentes podem acontecer. Coleiras com placas de identificação constando telefone ajudam, mas na fuga o cão pode perder a placa e até a própria coleira, ou ainda o que é pior,  ser retirada propositalmente quando há intenção de ficar com o cachorro.

Microchip para cachorro

Microchip para cachorro

Para este problema existe uma solução rápida, barata e eficaz, o microchip.

Você sabia que pode colocar microchip em seu cachorro?

Sim, você pode colocar microchip no seu cachorro de qualquer idade, sexo ou raça, mesmo os que não têm raça definida.

O microchip pode ser colocado em qualquer animal?

Sim, o microchip pode ser colocado em um grande número de espécies animais, incluindo cavalos, cães, gatos, furões, e a maioria dos mamíferos.

Mas o que microchip? Como funciona o microchip?

Microchip para identificação de cães

Microchip para identificação de cães

O microchip é um micro circuito eletrônico contendo um código exclusivo e inalterável, inserido em uma cápsula de biovidro cirúrgico e no entanto, apesar da maioria de fabricantes de microchips afirmarem que a proteção anti-migratória de seus produtos ser 100% eficaz, há casos menos frequentes do microchip se deslocar sob a pele do animal. Nesses casos mais raros, a migração do microchip pode acabar por limitar ou inviabilizar os benefícios do aparelho, mas apesar disso a aplicação subcutânea do microchip é considerada uma prática segura pela comunidade veterinária.

Não possui bateria e não há como enxergá-lo no cachorro, a sua leitura é efetuada através de um scanner que faz a leitura composta de 15 algarismos, impossibilitando a duplicidade, não precisa de manutenção e ficará no seu cachorro por toda a vida dele.

O método de colocação do microchip é um dos mais eficazes que existem no mercado, além de ser rápido, simples e barato.

O microchip é um pequeno dispositivo que tem aproximadamente o tamanho de um grão de arroz que é aplicado no animal através de uma injeção, geralmente o dorso, próximo a nuca é escolhido para esta finalidade, assim facilita a leitura que é efetuada através do leitor.

Cada microchip tem um código exclusivo que deverá ser cadastrado em um banco de dados, a própria empresa que fornece o microchip tem um banco de dados para receber os cadastros dos cães que são microchipados pelo veterinário, o próprio veterinário adquire o microchip.

Se o cachorro se perder e for recolhido por em um abrigo, clínica veterinária, posto policial o primeiro passo será a verificação de um microchip, se ele tiver. A partir daí os dados contidos no microchip serão analisados e o proprietário poderá ser contactado imediatamente. Mas para isto é importante que os dados estejam sempre atualizados, caso você mude de endereço, telefone, comunique ao veterinário que implantou o microchip, para que ele passe estas alterações a empresa fornecedora do microchip, assim você terá a segurança de ter o seu cachorro de volta numa situação tão difícil como esta, que é a de perder o seu cachorro.

Qual a idade para aplicar o microchip em meu cachorro?

Microchip para identificação de cães

Microchip para identificação de cães

O microchip pode ser aplicado a partir dos 10 dias de vida, mas aqui no Brasil costuma-se microchipar após a última dose da vacina múltipla, lá pelos 3 ou 4 meses.

Quando o cachorro tem pedigree, há a possibilidade de colocar o número do microchip no pedigree, desta forma os dados do cachorro ficam amarrados ao pedigree.

Quanto tempo demora para aplicar o microchip no meu cão?

O mesmo tempo que leva para dar qualquer injeção. Leva apenas alguns segundos. É preciso mais tempo para fazer a papelada do que implantar o microchip.

O custo de aplicação de microchip para cães é alto? Apenas veterinários podem aplicar o microchip no cachorro?

Não, o custo de aplicação do microchip não é um custo elevado, fica em torno de R$ 60,00 a R$ 100,00, o Kenel Club de São Paulo cobra R$ 60,00. Na verdade muitos veterinários realizam este tipo de serviço, mas o microchip não necessita ser aplicado necessariamente por veterinários. Embora seja sempre mais recomendado um veterinário fazê-lo.

A aplicação do microchip no meu cachorro é dolorida?

Muitas pessoas optam em microchipar seus pets quando estão sendo castrados, para que eles não sintam a aplicação. No entanto, já vi muitos cães sendo microchipados e eles nem sequer se incomodam quando o microchip está sendo colocado na pele.

A aplicação do microchip não é mais dolorida do que a aplicação de uma injeção, o aplicador é uma seringa especial parecida com seringas de injeção mesmo, ela implanta o chip que fica envolvido dentro de uma cápsula de biovidro cirúrgico, este material dura até 100 anos para se decompor porque é feito do mesmo material utilizado em marca-passos.

Como é que o microchip irá me ajudar a recuperar meu animal de estimação?

Como é que o microchip irá me ajudar a recuperar meu animal de estimação?

Como é que o microchip irá me ajudar a recuperar meu animal de estimação?

Na verdade, a pessoa ou instituição que encontrar seu animal de estimação, precisa checar se ele tem ou não o microchip através de um leitor.

É importante esclarecer que o microchip não tem a função de rastreabilidade por satélites como um GPS. É um mecanismo de identificação do cachorro que permite que este seja rastreado ao ser encontrado. É importante que você informe a empresa que possui o banco de dados, caso seu cachorro venha a desaparecer. Eles possuem muitos parceiros, assim facilitará a busca pelo seu cachorro. Uma das coisas mais importantes que você ou qualquer proprietário de um animal microchipado deve ter em mente é que o chip é apenas um registro, que de certa forma não é muito diferente das coleiras de identificação. No entanto, a grande vantagem deste tipo de identificação animal, é o fato de que ele não pode se perder ou deteriorar.

Para viagens ao exterior é obrigatório à implantação do microchip em seu cachorro, em países que é obrigatório a emissão do passaporte canino, o microchip ficará amarrado ao passaporte.

Existe maior risco de que animais com microchip possam desenvolver câncer?

De fato alguns animais desenvolveram tumores no local do microchip, depois de muitos anos. É incrivelmente raro, se você traçar um comparativo entre os milhares de animais que implantam microchips todos os anos ao redor do mundo. Também não existem estudos conclusivos que possam afirmar com precisão que o motivo dos tumores seja de fato o implante do microchip. De qualquer forma, o risco é incrivelmente baixo, mas pode acontecer.

Cabe a você analisar se este pequeno risco, vale à pena contra o que pode acontecer com seu animal de estimação caso ele acabe se perdendo. Conforme explicado mais acima, o procedimento é considerado seguro pela comunidade veterinária.

Será que todos os abrigos procuram por microchips quando encontram um animal de estimação?

Leitor de microchip para identificação de cães

Leitor de microchip para identificação de cães

Sim, todos os abrigos devem registrar qualquer animal de estimação que acolhem e investigam se o cão é ou não microchipado. Por isso os abrigos devem estar equipados com um scanner universal. No entanto, eu não posso garantir que todos os abrigos fazem isso. Principalmente no Brasil, onde muitos protetores recolhem animais das ruas, acolhendo em suas próprias casas. Já em Portugal, acredito que os abrigos estejam mais bem aparelhados para fazer a checagem do microchip.

Qualquer scanner é capaz de ler um microchip?

Infelizmente nem todos os scanners são capazes de ler qualquer tipo de microchip. Existem scanners universais, mas alguns funcionam melhor do que outros. Quando o microchip de identificação animal foi idealizado, a ideia seria que todos os abrigos e clínicas  tivessem um scanner universal que funcionaria bem para verificar se existe microchip em todos os animais que passam por eles. Mas, na realidade, nem todos os abrigos e clínicas têm scanners universais que funcionem bem. Algumas clínicas podem ter mais de um scanner para que possam encontrar chips diferentes. Mas é claro, que muitas clínicas e abrigos nem mesmo possuem um sacanner.

Outra coisa menos comum que pode acontecer é que o chip pode migrar, por isso, não é incomum que passem o scanner sobre a parte traseira e o chip tenha migrado para o outra região e não chegue a ser encontrado.

Com relação a isso é sempre bom que você cheque durante as consultas veterinárias se o chip ainda está lendo e ainda está onde deveria estar, na parte de trás, perto dos omoplatas.

Se existem vários tipos diferentes disponíveis. Qual é o melhor, e como posso ter certeza de que um abrigo ou um veterinário será capaz de ler que o chip caso meu cachorro tenha se perdido?

Converse com seu veterinário a fim de descobrir qual o chip é mais utilizado em sua região. Existem diversas empresas que fabricam microchips para animais de estimação e pode variar bastante de região para região. Alguns chips podem ser escaneados de forma mais universal que outros. Então, converse com seu veterinário e analise o que ele recomenda comparando com as marcas que você tem disponível.

É fato que um grande número de cães ao redor do mundo, conseguiu reencontrar seus proprietários, graças ao rastreamento do chip de identificação animal.

Por mais incoerente que possa parecer, para a grande maioria dos proprietários também é importante que as pessoas tenham em mente que não há sistema de identificação que irá ajudar  um cachorro que esteja perdido em um local de difícil acesso. Por isso, caso esteja viajando com seu cão ou passeando com ele, jamais permita que ele caminhe solto, sem coleira e guia. O microchip não pode impedir que seu cão seja roubado, ou muito menos impede que ele seja atropelado por um carro.

Os microchips são diferentes em cada país?

Se meu cão estiver em um outro país, os scanners serão capazes de ler o microchip do meu cachorro?

Se meu cão estiver em um outro país, os scanners serão capazes de ler o microchip do meu cachorro?

Sim, em Portugal os microchips utilizados são de 134,2 kHz. Nos EUA chips utilizados variam entre os  125 e 128 kHz. E já existem scanners que podem ler todos os três. No Brasil, algumas empresas utilizam microchips com sistema anti migratório com tecnologia semelhante a europeia de 134,2 kHz. 

Caso você leve seu cachorro para uma viagem ao exterior, não deixe de verificar os requisitos de cada país. Muitos têm regulamentos sobre não apenas o tipo de chip, mas também a data de implante.

Saiba + Sobre os cachorros

Hotel para cachorro – Onde deixar o meu cachorro?

Corte de Cauda – CFMV proíbe corte de cauda de cachorros

Tudo sobre otohematoma – O que é otohematoma?

Passaporte Canino – Como tirar passaporte para cães

Casinha de cachorro com paletes de madeira

Tudo sobre glândula anal ou adanal em cães

Como ensinar o cachorro a escovar os dentes?

Síndrome da Ansiedade de Separação (SAS) em cães

Como ensinar o cachorro a fazer xixi e cocô no lugar certo

Cortar as unhas – Como e quando cortar as unhas dos cachorros

Meu cachorro está gordo ou magro?

Hipertermia em cães

Sol para cachorro prós e contras

10 Receitas para cachorro

Festa de aniversário para cachorro

Superproteção do Cão – Por que não?

Adestramento de cães – Adestre você mesmo seu pet

Meu cachorro está comendo demais?

Você prefere cachorros ou gatos?

Seu cachorro te respeita?

Cachorro se lambendo

Nomes chineses para cachorros

Apresentando o segundo cachorro ao seu pet

Roupas para cachorros

O segundo cão da casa

10 dicas para encontros seguros com cães

5 maneiras de demonstrar amor ao seu cão

Nomes para cachorros machos

Nomes para cachorros fêmeas

Nomes italianos para cachorros

Nomes britânicos para cachorros

Nomes franceses para cachorros

Comportamento compulsivo em cães

Identificando sinais de ansiedade em cães

Medo e agressividade em cães

Saiba + Sobre Cães

Cachorros

 

Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

Sou apaixonada por cachorro, não consigo imaginar minha vida sem eles. É muito bom poder falar sobre nossos amigos peludos aqui, crio Kuvasz e Norfolk Terrier, e será muito prazeroso dividir aqui nossas experiências.

Ver artigos de Li Kuvasz