Alimentação
agosto 5, 2013 postado por Blog do Cachorro


Estômago sensível – Seu cão tem problema de estômago?

Alguns cachorros tem estômago sensível, e você talvez demore para perceber. Geralmente, cachorros com problemas digestivos podem acabar desenvolvendo outros problemas de saúde.

Os sintomas de um cachorro que tem estômago sensível nem sempre são tão claros como vômitos ou diarreia.  Observe se seu cachorro tem algum tipo de alteração nas fezes, ou se ele apresenta gases no estômago ou intestino, caso ele apresente algum destes sintomas, existe uma grande probabilidade de que ele tenha um estômago sensível.

Você sabe por que alguns cachorros tem estômago sensível?  

Por que alguns cachorros podem comer de tudo, enquanto justamente o seu cachorro não pode comer nada diferente?

O organismo de muitos cachorros simplesmente não conseguem lidar com a variedade de alimentos. A variação de alimentos é um dos motivos mais comuns para que um cachorro apresente sintomas de estômago.

Felizmente, a solução para estômago sensível é bastante simples: simplificar a dieta do seu cão.

Entenda por que seu cachorro tem estômago sensível

O que pode estar fazendo seu cão ter um estômago sensível?

 

Mas como simplificar a dieta de um cachorro?

Você deve alimentar seu cachorro duas vezes ao dia, respeitando o mais rigorosamente possível os horários e oferecer a ele uma dieta balanceada para este tipo de problema. Nada de petiscos! Somente comida própria para ele!

Mas antes de modificar a alimentação de seu cão, você tem que ter certeza de que a qualidade da comida escolhida não irá prejudicar o estômago sensível dele. Também deverá fazer uma consulta ao veterinário para eliminar um possível caso de doenças como a gastroenterite ou a giadríase ou giardiose.

Depois de constatar que seu cachorro está saudável e trata-se apenas de um problema de estômago sensível dê uma olhada no teor de gordura do alimento que você está dando para seu cachorro. Para alguns cachorros, a gordura é mais difícil de digerir do que proteínas e carboidratos, por este motivo, dar ao seu cachorro alimentos ricos em gordura pode ser o que está causando problemas para ele. O ideal nestes casos é que a ração do seu cachorro seja composta por no máximo 15% de gordura.

Se o alimento que você tem dado ao seu peludo tiver a quantidade correta de gordura, a próxima coisa que você  precisa observar é a quantidade de fibra. Fibras costumam auxiliar na digestão e tendem a reduzir os sintomas causados ao cão que apresenta um estômago sensível. Vitaminas A, C e E também são grandes coadjuvantes que podem promover uma melhora na digestão.

O que você pode fazer se a ração oferecida ao seu peludo estiver sendo a causa da sensibilidade estomacal?

Se você determinou que a ração que você oferece ao seu peludo está sendo o fator responsável por causar a sensibilidade no estômago do seu cachorro, a primeira coisa que você precisa fazer é selecionar um novo alimento que corresponda aos critérios acima.

Você  pode alimentar seu cachorro tanto com ração industrializada, como com ração feita em casa. No caso das rações preparadas em casa, opte sempre por fazer as refeições de seu pet. o mais frescas possível e evite combinar carboidratos em uma mesma refeição. Sempre sugiro que a porção de proteína seja a base, ou seja, a maior quantidade de comida oferecida deve ser a proteína. Cães de estômago sensível costumam gostar muito de canja, mas fique atento para não super alimentar seu cão. É muito importante que cães que apresentam estômago sensível comam a ração muito bem dosada para que o peso da comida não sobrecarregue o estômago.

Em seguida, você deverá introduzir gradualmente este novo alimento para o seu cachorro. Mas lembre-se que fazer uma rápida mudança de um alimento para outro pode realmente causar problemas de estômago e agravar os problemas existentes no estômago de seu cão. A introdução gradual significa levar até duas semanas para adicionar lentamente o novo alimento, reduzindo gradativamente a porcentagem da ração antiga.

Até o final de duas semanas, você terá reduzido o alimento antigo o suficiente até que a mudança seja completa.

Alguns cachorros comem rápido demais, neste caso você poderia dividir a alimentação dele em mais vezes ao dia.

Sempre que o seu cão enfrenta qualquer tipo de problema de saúde, a recomendação é que em primeiro lugar você faça uma visita ao seu veterinário de confiança, afinal sempre existe a possibilidade de ser algum problema mais grave e apenas o seu veterinário pode diagnosticá-lo e oferecer conselhos, tratamentos ou medicamentos adequados para o caso dele.

Veja + sobre assuntos relacionados a problemas alimentares em cães aqui no blog :

Receitas para cachorro convalescente

Gastroenterite canina – Causas, sintomas e tratamento

Meu cachorro dá trabalho para comer

Os perigos da suplementação alimentar para cachorros

Os perigos da ração industrializada para cachorros

Saiba + sobre estômago sensível

Cachorro pode comer isso?

Clínica Veterinária Vet Vida Dra Andreia Fragoso

Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

O Blog do Cachorro é um web site onde você pode encontrar tudo sobre cachorros! Se você busca por informações, dicas, artigos sobre cuidados, saúde, comportamento canino, raças de cachorros, e demais assuntos relacionados aos nossos queridos peludos de quatro patas, este é o lugar certo.

Ver artigos de Blog do Cachorro