Cuidados
outubro 9, 2013 postado por Li Kuvasz


Devo deixar minha cadela cruzar?

Sempre ouço falar: vou deixar minha cadela cruzar porque quero ficar com um filhotinho dela para dar continuidade a geração, ou para evitar gravidez psicológica, tumores, tristeza, doenças, etc.

Enfim há muitos motivos que faz uma pessoa pensar em acasalar, porém o acasalamento não deve ser feito desta forma, o acasalamento deve ser feito por criadores confiáveis e experientes que visam o melhoramento da raça acasalando cães que tenham boa saúde, temperamento, beleza e estejam dentro do padrão da raça.

Antes de um criador fazer o acasalamento ele faz diversos exames que irão avaliar o estado de saúde dos pais, vão descartar aqueles com problemas genéticos que poderão ser transmitidos ao filhote, fará a vacinação, vermifugação e escolherá reprodutores que estejam dentro dos padrões desejados para a raça, além também de analisar os pedigrees para evitar consanguinidades.

Deixar ou não deixar minha cadela cruzar? Conheça os mitos e verdades sobre o acasalamento

Devo deixar minha cadela cruzar?

Devo deixar minha cadela cruzar?

Muitos pensam que é só colocar o macho e a fêmea para cruzar e depois vão nascer lindos filhotes, a mãe vai cuidar e pronto, muito simples e fácil. Mas na verdade, não é exatamente assim. Muitos problemas podem acabar acontecendo no meio do caminho desde o momento do acasalamento, até os 60 dias de vida dos filhotes, e é justamente por este motivo, que procuro incentivar as pessoas a deixarem este trabalho para os criadores. Os problemas que podem ocorrer são infinitos e pessoas inexperientes poderão não identificá-los a tempo de salvar a mãe e filhotes. Se mesmo assim você ainda estiver disposto em deixar sua cadela cruzar, responda para si meso algumas questões:

  1. Durante a gestação eu estarei disponível para acompanhar minha cadela as consultas?
    O acompanhamento veterinário é necessário e exames devem ser feitos durante a gestação.
  2. Caso ocorra um imprevisto eu tenho condições de arcar com as despesas?
    Ela poderá necessitar de uma cesárea, pode abortar parcialmente e necessitar de uma cirurgia para retirada do restante dos filhotes.
  3. Os filhotes nasceram, a mãe negou os filhotes ou a mãe morreu, eu poderei ficar em casa para substituir a mãe?
    Se você não conseguir uma mãe substituta você que terá que dar leite aos filhotes a cada 3 ou 4 horas inclusive durante a madrugada, além de fazer a higiene e manter a temperatura do filhote.
  4. Os filhotes nasceram a mãe quer comer os filhotes?
    Mais uma vez você terá que estar disponível para permitir que a mãe entre apenas para amamentar e com focinheira.
  5. A mãe não tem leite suficiente?
    Você terá que ajudar na amamentação.
  6. A mãe deita em cima dos filhotes o que fazer?
    Você fez uma caixa maternidade conforme explicações da internet, mas não funciona, a mãe deita nos filhotes, mais uma vez você terá que separar mãe e filhotes e vistoriar todas as amamentações.
  7. A mãe não quer mais cuidar dos filhotes, são muitos e fazem coco e xixi a toda hora o que fazer?
    Você terá que cuidar deles, limpar como faz a mãe, a higiene é indispensável para que não desenvolvam doenças.

Se você ainda assim estiver disposto a deixar sua cadela cruzar prepare-se para ficar muito atento durante a gestação, amamentação e desmame, você precisará aprender quando vermifugar, desmamar, tipo de alimento, quantidade e qualidade. Deverá estar preparado caso venha a perder algum filhotinho, ou ter que cuidar de um que tenha algum problema de nascença. Também é muito importante que leve em consideração o risco de perder sua cadela. O índice de óbito de fêmeas em decorrência de fatores relacionados à gestação, infelizmente é bastante significativo.

Algumas verdades e mitos sobre o acasalamento:

Se eu não deixar minha cadela cruzar ela terá tumores?

Não existe nenhuma comprovação cientifica de que fêmeas que nunca tiveram cria, tenham maior propensão a tumores. O uso de anticoncepcionais é que causam tumores. A melhor alternativa é a castração, esta sim evita tumores.

O macho deve cruzar pelo menos uma vez na vida para não adoecer?

Não existe nenhum problema de saúde relacionado a este fato.

Se eu não deixar minha cadela cruzar ela terá gravidez psicológica?

Talvez sim, mas a gravidez psicológica poderá também ocorrer em decorrência de fatores hormonais não relacionados, e se ela cruzar, sempre existe o risco de que ela desenvolva a piometra.

Então, se eu deixar minha cadela cruzar, isso pode levar a cachorra a desenvolver Piometra?

Talvez não, mas se permitir a cadela cruzar for favorável para evitar uma “gravidez psicológica”, você vai ter que cruzá-la em todos os cios, isso não é cruel? Não seria melhor castrar?

E se o motivo é porque quer uma outra cadela bem parecida com os pais, lembre-se, os filhotes nunca são iguais aos pais, podem parecer mas só serão idênticos se clonados, você pode verificar com o criador se ele tem outra ninhada dos pais dos seus cachorros e descendentes dele, isto será bem mais fácil!

Filhotes são muito gostosos, sou apaixonada por todos, mas é importante lembrar que a criação indiscriminada leva a lares despreparados resultando em doações e abandonos.

Não vamos deixar que isto fique se repetindo continuamente, somos responsáveis por isto!

Portanto considere que castrar também é um ato de amor!

Saiba + Sobre Deixar Sua Cadela Cruzar

Devo cruzar meu cão ou minha cadela?

Saiba + Sobre o ciclo reprodutivo das cadelas

Tudo o que você precisa saber sobre o cio de sua cachorra!

Cuidados com a cadela gestante

Parto da Cachorra, o que fazer?

Filhotes enxergam e ouvem ao nascer?

Tumor de mama em cadelas – Câncer em cadelas

Quando fazer uma cesariana na minha cadela?

Piometra em cadelas – Sintomas, diagnóstico e tratamento

Adoção e posse responsável

Como evitar eclâmpsia na cachorra

Castrar ou não castrar meu cachorro? Devo castrar meu cão?

Leite para cachorro – Substituto de leite materno

Qual a hora ideal de tirar um filhote da ninhada?

Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

Sou apaixonada por cachorro, não consigo imaginar minha vida sem eles. É muito bom poder falar sobre nossos amigos peludos aqui, crio Kuvasz e Norfolk Terrier, e será muito prazeroso dividir aqui nossas experiências.

Ver artigos de Li Kuvasz