Adestramento
janeiro 19, 2015 postado por Blog do Cachorro


Como jogar cabo-de-guerra com seu cachorro

Você sabe como jogar cabo-de-guerra com seu cachorro?

Aprenda a brincar de cabo-de-guerra com o seu cão – O cabo-de-guerra é um jogo muito divertido para brincar com o cão.

Exitem algumas brincadeiras de nossa infância que podem ser muito úteis para entreter os nossos amigos de quatro patas. O cabo-de-guerra é uma delas e é especialmente indicado para cães de porte médio ou grande. O cabo-de-guerra é um jogo divertido para brincar com seu cão e eles na verdade brincam de cabo-de-guerra quase que instintivamente,  esta é uma brincadeira que faz parte da natureza dos cachorros, nas brincadeiras entre cães, você pode observar que este é um jogo natural entre os filhotes.

O cabo de guerra é um jogo divertido e útil jogo para brincar com seu cão.

O cabo-de-guerra é um jogo divertido e útil jogo para brincar com seu cão

O cabo-de-guerra é um jogo divertido e útil para brincar com seu cão

Diferente dos métodos a convencionais utilizados por alguns treinadores caninos, o cabo-de-guerra pode ser uma brincadeira muito divertida e útil para o treinamento da maioria dos cachorros, contanto que você saiba ensinar ao seu cachorro algumas regras básicas para o sucesso da brincadeira.

Muitos cães desenvolvem comportamentos relacionados ao estresse que variam entre comportamentos hiperativos, agressividade, etc. Como sempre comentamos aqui no Blog do Cachorro uma das melhores maneiras de ajudar a reduzir o stress em qualquer cachorro, é aumentando a atividade física. Portanto, brincar de cabo-de-guerra com seu peludo pode ser um ótimo exercício.

Alguns adestradores de cães, acreditam que se você brincar com seu cachorro de cabo-de-guerra, esta atividade poderá resultar em problemas comportamentais. Para estes profissionais, o cabo-de-guerra pode ser uma atividade que incentiva o comportamento agressivo e dominante dos cães. Mas não é bem assim, o cabo-de-guerra não é uma atividade benéfica apenas por propiciar exercícios físicos ao seu cachorro, mas também pode ter a capacidade de reafirmar sua posição de liderança sob seu cachorro.

A maioria dos cães adora brincar de puxar objetos, faz parte de sua natureza. É claro que você precisa, como toda a brincadeira que envolve animais, brincar de cabo-de-guerra corretamente, utilizando algumas regras para que seu cão entenda quem está no controle do jogo.

O motivo pelo qual alguns adestradores vêem o cabo de guerra como um jogo potencialmente perigoso é que algumas pessoas tem dificuldades, ou por falta de informação, ou por descuido mesmo, a impor regras e limites para seus cachorros e no caso desta brincadeira, de fato, pode ser prejudicial para o comportamento de um cão que tenha algum histórico de comportamento dominante ou agressivo. No entanto, uma outra linha de adestradores, acredita que uma vez que você compreenda como estabelecer e ensinar as regras de segurança, para que seu cão brinque de cabo-de-guerra de maneira educada, esta atividade será uma diversão que também proporcionará ao cão exercício. Certamente será uma brincadeira gratificante para ambos, cães e proprietários.

Vantagens de brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro

O cabo-de-guerra é um jogo divertido e útil para brincar com seu cão

O cabo-de-guerra é um jogo divertido e útil para brincar com seu cão

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão pode ser uma alternativa interessante para atividades dentro de casa: Principalmente em dias e horários onde não existe a possibilidade de brincadeiras ao ar livre, o cabo-de-guerra, pode ser uma boa brincadeira, principalmente para os meninos da casa, que tendem a gostar de brincadeiras de maior impacto.

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão fortalece a posição de hierarquia de cada indivíduo dentro de seu grupo familiar: Cães gostam de puxar. Pessoas gostam de brincar com seus cães. Toda vez que você e seu cão tem a possibilidade de interagir em brincadeiras, passeios, e outras atividades familiares, estão fortalecendo os vínculos afetivos e hierárquicos que existem entre vocês.

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão constrói relacionamentos saudáveis: Você controla o acesso à brincadeira portanto estará reforçando a sua posição de “Líder” que também é definido por aquele que controla as coisas boas. Ao jogar cabo-de-guerra e conceder ao seu cão, acesso ao brinquedo, você estará demonstrando à ele que o brinquedo pertence a você, o membro superior na hierarquia social. Depende de sua generosidade e benevolência como líder, deixá-lo ou não brincar de cabo-de-guerra com você. Também é adequado que para que vocês deem início a brincadeira, seu cão esteja sentado e esperando sem apresentar nenhum tipo de comportamento ansioso para que vocês começarem a brincadeira.

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão oferece uma oportunidade incrivelmente útil de oferecer reforço positivo: Brincadeiras de forma geral, podem ser um recurso valioso para fins de adestramento. Quem pratica Agility com seu cachorro está bem ciente disso. O cabo-de-guerra,  podem ser um recuso muito interessante para manter o entusiasmo de um cachorro.  Você também pode usar o cabo-de-guerra para motivar seu cachorro a relembrar comandos de adestramento de forma realmente entusiasmada.

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão redireciona o uso inadequado dos dentes: Alguns cães, especialmente alguns cães filhotes e adolescentes, só querem brincar de morder alguma coisa. Pode ser irritante, doloroso quando os cães mordem a nossa pele, mesmo que seja apenas de brincadeira. No tradicional método de adestramento através de reforço positivo, aprendemos que você obterá melhores resultados se souber redirecionar o comportamento indesejável, dizendo ao seu cão, principalmente o que você deseja que ele faça, e não o que você não deseja que ele faça. Brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro transfere a vontade de morder para um objeto apropriado.

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão ensina auto-controle: Como já mencionei anteriormente a regra principal do cabo-de-guerra, exige que seu cachorro sente-se e espere até que você dê início a brincadeira. Ele só pode agarrar a corda, quando você lhe dá a permissão. Se o cachorro pular para agarrar a corda antes do tempo, você deve dizer “Oops!” e esconder o brinquedo atrás de suas costas. Esta é será uma forma de punição. Quando seu cachorro se comporta bem, fazendo algo que você considera uma coisa boa, esta será uma oportunidade de brincar de cabo-de-guerra com ele, no entanto se ele se comportar de forma inapropriada, irá associar que as chances de brincar de cabo-de-guerra irão embora. Portanto, como seu cão não deseja que você deixe de brincar de cabo-de-guerra com ele, irá aprender rapidamente a controlar seus impulsos indesejados a fim de poder brincar novamente.

Brincar de cabo-de-guerra com seu cão pode criar uma distração útil: O cabo-de-guerra pode ser útil em diversas situações em que você deseja distrair a atenção de seu cachorro para outra atividade. Cães que por exemplo, latem para pessoas no hall do prédio, que estão esperando o elevador, ou quando seu cachorro escuta algo no quintal e fica latindo incessantemente, ou ainda quando um cachorro mais novo perturba um cão ou outro animal da casa. As possibilidades são infinitas. Sempre que você desejar que seu cachorro tire o foco de alguma coisa, as brincadeiras podem ser uma forma mágica de redirecionar um comportamento indesejável e o cabo-de-guerra não é diferente.

Brincar de cabo de guerra com seu cão modifica o comportamento: Já falamos bastante aqui no Blog do Cachorro a respeito de reforço positivo. Sugerimos que você faça sempre atividades junto seu cachorro. Exercícios, feitos através de brincadeiras e interatividade são fundamentais para o processo de modificação do comportamento, oferecendo ao cachorro associações positivas através de estímulos que façam seu cão gastar energia e respeitar sua autoridade. O cabo-de-guerra pode ajudar a mudar o estado emocional de um cachorro ansioso, tornando este cachorro um animal feliz.

Brincar de cabo de guerra com seu cão constrói confiança: Você pode utilizar o cabo-de-guerra  para ajudar um cão tímido a se tornar mais confiante. Um cão que não tem confiança pode ser relutante em brincar de cabo-de-guerra em um primeiro momento. Uma alternativa para incentivar o cachorro a iniciar a brincadeira é passar pasta de amendoim na extremidade da corda, e deixá-lo lamber. Continue fazendo isso até que ele esteja lambendo avidamente, mesmo que esteja mordiscando o brinquedo. Quando você vê-lo mordiscando, mova suavemente o brinquedo, mas cuidado para não assustá-lo! Ele deve, eventualmente, agarrar o brinquedo. Você pode puxar um pouco com cuidado! Ao longo do tempo, o cachorro ficará mais corajoso, e estará disposto a dar um puxão mais forte, até que você consiga iniciar a brincadeira de cabo-de-guerra com ele.

Lembre-se que seu cachorro nunca deve pular para pegar o brinquedo sem ser convidado a fazê-lo. Espere até que ele esteja sentado educadamente. Em seguida, use uma sugestão consistente como o comando”Pegue!”, para sinalizar que ele está autorizado a pegar a sua ponta do brinquedo e começar a puxar.

Maneiras de variar a brincadeira de cabo-de-guerra com os cachorros

Cachorros brincando de cabo-de-guerra juntos

Cachorros brincando de cabo-de-guerra juntos

• O modelo mais comum de cabo-de-guerra consiste na presença de um cachorro em uma das extremidades de uma corda e uma pessoa, na outra extremidade. No entanto, existem outras maneiras de variar esta brincadeira. Uma das coisas que você pode fazer é amarrar um brinquedo na corda, prendendo firmemente à ponta de uma vara resistente, então mova-a ao redor do cachorro para incentivá-lo a persegui-la. Quando ele pegar o brinquedo, você pode dar início a brincadeira de cabo-de-guerra, e em qualquer momento, pedir ao cachorro para “devolver”, reiniciando a brincadeira de perseguição do brinquedo.

• Se você tem dois cães que gostam de brincar de puxar, você pode lhes dar a cada um, uma das extremidades de um brinquedo de corda e deixá-los brincar um com o outro. A palavra-chave aqui é compatível. Porque o brinquedo de cabo-de-guerra gera um certo nível de excitação, caso seus cães sejam propensos a entrar em brigas, eles nunca devem ser incentivados a brincar de disputar cabo-de-guerra juntos. Não confunda entretanto, rosnados e grunhidos com brigas. Muitos barulhos que os cães emitem quando estão brincando juntos, são extremamente saudáveis entre cães compatíveis para brincar de cabo-de-guerra juntos.

• Se você tem dois cães que podem brincar de cabo-de-guerra juntos, faça um brinquedo com uma alça para você segurar e mais duas extremidades para os cães. Assim toda a família pode brincar junto!

• Você também pode ensinar seu cão a brincar de cabo sozinho, claro que com esta variação da brincadeira, você perderá a relação da interatividade. Passe uma corda através de um Kong e amarre-o de modo que o nó fique dentro do Kong. Coloque petiscos dentro do Kong e amarre a corda em algum lugar firme e seguro para que o seu cão possa exercitar-se puxando o Kong. Claro, você perde o valor relação entre vocês com essa variação da brincadeira, mas pode aumentar os benefícios do exercício, principalmente para o caso de animais que ficam algum tempo sozinhos em casa.

Brinquedos de cordas para cães podem ter formas, tamanhos, cores e materiais bem diferentes, mas os melhores para brincar de cabo-de-guerra têm algumas características em comum:

Como escolher o brinquedo certo para brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro

Como escolher o brinquedo certo para brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro

• Pode parecer óbvio mais é muito importante ficar atento para que o brinquedo seja longo o suficiente para que os dentes do seu cachorro fiquem longe de sua mão. O ideal é que o brinquedo tenha ao menos 12-24 centímetros de comprimento. Para ensinar a brincar de cabo-de-guerra quanto maior, melhor. Uma vez que seu cachorro já tenha aprendido as regras, você pode mudar para brinquedos mais curtos. Para alguns tipos de treinamento, um brinquedo pequeno que você pode colocar em um bolso é o ideal.

• As cordas ideais para brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro são feitas de uma substância que convida o seu cão a agarrar e segurar, e o mais importante é que não cause danos aos dentes e gengivas. Brinquedos de borracha, cordas e lã trançada funcionam bem. Fique longe de brinquedos feitos de madeira, plástico duro ou metal.

• Também pode parecer evidente, mas é importante que as cordas utilizadas para brincar de cabo-de-guerra com seu cão, sejam resistentes o suficiente para suportar a força do cão. Especialmente se você tem um cachorro de médio ou grande porte muito vigoroso. Caso seu pet seja pequeno, pode optar por cordas mais leves. Sempre teste o brinquedo para ter alguma ideia com relação a sua resistência antes de comprá-lo.

• Também é interessante que a parte da corda que você irá segurar, tenha uma alça confortável, para que você consiga ter mais controle sobre seu cachorro e o brinquedo. Com uma alça confortável, você terá outra maneira fácil de manter um controle sobre a brincadeira. Isso também permite que você a ganhe a maior parte do tempo, uma regra importante da brincadeira de cabo-de-guerra com seu cachorro. Se for difícil segurar o brinquedo, o seu cão terá mais facilidade de arrancá-lo de suas mãos.

Por que não brincar de cabo-de-guerra com um cachorro?

Em linhas gerais, podemos dizer que existem apenas dois motivos para não brincar de cabo com o seu cachorro:

1) Se você ou o seu cachorro tiverem algum tipo de problema de saúde que deva evitar este tipo de brincadeira.

2) Se você tiver um cachorro que não consiga aprender a brincar com regras, e insiste em colocar a boca em você, apesar de seus melhores esforços para ensinar-lo que isso não é permitido.

Quais são as regras para brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro?

1. Use um brinquedo longo o suficiente para manter os dentes do cachorro longe de suas mãos, e que seja confortável para você segurar quando ele puxa.

2. Mantenha o brinquedo guardado. Deixe seu cão ver o brinquedo apenas quando você quiser brincar de cabo-de-guerra com ele.

3. Segure o brinquedo. Se seu cão tomar a iniciativa de pegar a corda sem seu consentimento diga “Oops” e rapidamente esconda o brinquedo atrás das costas. É importante que seu cão entenda que este é o seu brinquedo e que ele só pode pegar quando você lhe der permissão.

4. Quando seu cão permanecer sentado quando você mostrar o brinquedo, diga para ele “Pega!” E incentive o cachorro a pegar e puxar. Se ele estiver relutante, seja gentil até que ele aprenda o jogo. Se ele estiver entusiasmado, dê início a brincadeira.

5. Ao longo da brincadeira, ensine ao seu cachorro o comando “Da” fazendo com que seu cão largue o brinquedo e entregue para você. Se necessário, trocá-lo por um petisco, pode ser uma boa forma de ensinar seu pet a devolver o brinquedo. Depois que ele der o brinquedo a você, pode jogar novamente. Não esqueça que é fundamental que você ganhe de seu cachorro a maior parte do tempo, ou seja, você acaba com a posse do brinquedo, não o seu cão.

6. Se, enquanto vocês estiverem brincando os dentes do seu cão avançarem em sua direção, estabeleça uma marca e diga “Oops” sempre que ele avançá-la. Interrompa a brincadeira por algum tempo para que ele compreenda que fez algo que não deveria e reinicie novamente alguns minutos depois.

7. Sempre que seu cachorro colocar os dentes em sua roupa, seus sapatos ou sua pele, diga “Oops! E coloque o brinquedo de lado por algum tempo, reiniciando a brincadeira alguns minutos depois.

8. Crianças não devem brincar de cabo-de-guerra com os cachorros, a não ser que trate-se de um cachorro já experiente com a brincadeira e que conheça e execute todas as regras com perfeição. Mesmo no caso de um cachorro experiente, quando você permitir que crianças brinquem de cabode-guerra com seu cão, sempre supervisione a brincadeira de perto.

9. Uma regra muito importante é que a brincadeira seja sempre na altura da cernelha do animal, em linha reta. Não puxe o cachorro para cima nem para baixo, pois poderia causar prejuízo a coluna do cachorro. Também é importante saber qual a força e a intensidade você pode utilizar para brincar de cabo-de-guerra de forma segura com seu mascote. Cães de porte grande, suportam e exercem um maior impacto de tração quando estão brincando e filhotes e cães menores, precisam brincar de forma mais delicada.

10. Não esqueça da regra de outo desta brincadeira,  quem controla as coisas é você! Portanto quando a brincadeira acabar é fundamental que o brinquedo seja colocado em um local longe do acesso de seu peludo. Até que você deseje novamente brincar de cabo-de-guerra com seu cachorro.

Sinais que podem indicar comportamento agressivo em cães que brincam de cabo-de-guerra:

• Corpo posicionado de forma rígida
• A calda posicionada dura, às vezes apontada para cima
• Contato visual prolongado olhando fixamente
• Rosnando, elevando ou franzindo os lábios, enquanto rosna
• Pelagem do dorso erguida na parte de trás do pescoço ou coluna vertebral

Se você perceber qualquer uma das linguagens corporais descritas acima ou se você por algum motivo sentir algum desconforto com relação ao comportamento do cachorro durante a brincadeira, não deixe de simplesmente largar o brinquedo e ir embora. NÃO tente tirar o brinquedo de um cachorro com um comportamento como os descritos acima. Não grite com o seu cão ou tente puni-lo de qualquer forma. Se você se sentir ameaçado por seu cachorro, por favor, busque ajuda especializada com um profissional capacitado em comportamento animal.

Obs: Há diversas técnicas de adestramento utilizadas para ensinar o comando “Atacar” para cães policiais, ou para acentuar a agressividade de um animal que podem se assemelhar com a brincadeira de cabo-de-guerra. No entanto, neste artigo estamos abordando somente a brincadeira entre cão e proprietário, que não tem como objetivo incentivar o comportamento agressivo do animal, muito pelo contrário. Desde que sejam observadas todas as regras e técnicas explicadas mais acima, este tipo de brincadeira é uma atividade saudável que pode até mesmo melhorar o relacionamento entre cão e proprietário, melhorando a tenção, a obediência e aprimorando a resposta do cachorro aos comandos de adestramento.

Saiba + Sobre comportamento canino

Aprenda a adestrar seu cachorro

COMANDOS BÁSICOS DE OBEDIÊNCIA PARTE I – GUIA PRÁTICO
COMANDOS BÁSICOS DE OBEDIÊNCIA PARTE II – GUIA PRÁTICO
COMANDOS BÁSICOS DE OBEDIÊNCIA PARTE III – GUIA PRÁTICO
COMANDOS BÁSICOS DE OBEDIÊNCIA PARTE IV – GUIA PRÁTICO
COMANDOS BÁSICOS DE OBEDIÊNCIA PARTE V – GUIA PRÁTICO
TRUQUES DE ADESTRAMENTO AVANÇADO PARTE I – GUIA PRÁTICO
TRUQUES DE ADESTRAMENTO AVANÇADO PARTE II – GUIA PRÁTICO
TRUQUES DE ADESTRAMENTO AVANÇADO PARTE III – GUIA PRÁTICO

Saiba + Sobre adestramento canino

Ricardo Tamborini – Especialista em comportamento canino

Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

O Blog do Cachorro é um web site onde você pode encontrar tudo sobre cachorros! Se você busca por informações, dicas, artigos sobre cuidados, saúde, comportamento canino, raças de cachorros, e demais assuntos relacionados aos nossos queridos peludos de quatro patas, este é o lugar certo.

Ver artigos de Blog do Cachorro