Adestramento
março 8, 2013 postado por Li Kuvasz

Cachorro com medo de fogos? Aprenda a controlá-lo!

Sempre me perguntam: Por que cachorros tem medo de fogos de artifício? Por que meu cachorro se esconde debaixo da cama quando escuta um rojão? Por que não consigo fazer meu cachorro parar quieto durante os fogos de final de ano? E por aí vai… O que você precisa compreender é que a sua postura pode estar piorando bastante este quadro de medo de fogos. Tenha em mente que você é o líder e cabe a você transmitir segurança para seu cachorro! Vou dar algumas dicas para você fazer seu cachorro ficar calmo e perder o medo de fogos de artifício, mas não esqueça que provavelmente, primeiro quem deverá mudar de atitude é você!

Seu cachorro tem medo de fogos de artifício? Aprenda a controlar este medo!

Seu cachorro tem medo de fogos de artifício? Aprenda a controlar este medo!

 

A maioria dos cachorros tem medo de fogos de artifício, isto acontece porque são capazes de ouvir a uma distância quatro vezes superior a do ser humano.

Geralmente na virada do ano, jogos de futebol, festa junina e demais eventos em que soltam fogos, os nossos peludos sofrem bastante. Alguns se machucam pulando janelas, fugindo para a rua e correndo riscos de atropelamento ou até mesmo se perderem diante do pânico.

Para amenizar o pânico dos cachorros com relação ao medo de fogos de artifício devemos tomar algumas providências:

Controlando o medo dos cachorros – Fogos de artifício – Treinamento:

O treinamento faz com que ele perca o sentimento de perigo quando ouvir os fogos. Compre em um pet shop um CD especialmente para esses fins. Esse CD possui barulhos de estouro de fogos, então você treina seu cão a partir dele.
Basta ficar com seu cachorro ao seu lado e colocar os barulhos para tocar, faça carinho e dê petiscos para tornar agradável este momento. Com a repetição desse exercício, seu cachorro  ficará mais tranquilo, pois estará associando o barulho do foguete a uma coisa boa e não ao medo.

Controlando o medo dos cachorros – Fogos de artifício - Algodão no ouvido:

Essa solução é simples, mas para colocar em prática essa alternativa, é necessário ter um certo cuidado. As orelhas dos cachorros são lugares sensíveis, e precisam de muito cuidados no manuseio.

Verifique o tamanho do algodão que você usará, não deverá ser muito pequeno, pois poderá entrar no ouvido do cão, e nem muito grande, pois não parará. Caso você opte por essa solução, procure ficar do lado do seu amigo na hora dos fogos, assim demonstrará segurança a ele.

Controlando o medo dos cachorros – Fogos de artifício -Isolamento:

Caso você não queira ou não possa realizar as duas primeiras opções. Procure encontrar um lugar na casa que seja amplo, e que não possua quinas, portões, muros, nada de vidro e nada que ele possa escalar ou destruir.

Deixe um rádio ligado num volume baixo, comida, alguns ossos artificiais para que ele possa roer no momento de ansiedade. As portas e janelas devem ficar bem fechadas para isolar ainda mais o barulho.

Controlando o medo dos cachorros – Fogos de artifício - Medicamentos:

Caso seu cão já tenha demonstrado um medo anormal aos fogos, você deverá conversar  com o veterinário. Alguns cães sofrem ataques de ansiedade muito fortes, e seu medo pode levá-los à roerem tudo e se machucarem, em alguns casos, podem até enfartar. Para passar longe desses perigos, converse com o veterinário e lhe peça alguns medicamentos para acalmar seu cachorro. Alguns medicamentos naturais, florais e homeopáticos são uma boa opção.

Controlando o medo dos cachorros – Fogos de artifício - Fique com  o cachorro:

Na hora dos fogos de artifício, não saia de perto dele, pois isso o deixará mais tranquilo.

Haja como um líder, o líder sempre tenta mostrar sua autoridade e tenta resolver o problema. Por isso, mostre ao cachorro que você não está aflito como ele, e sim muito calmo, e logo dará um jeito no problema. Assim você deixará seu cachorro mais tranquilo.

As mesmas técnicas podem ser usadas para tempestades com raios.



Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

Sou apaixonada por cachorro, não consigo imaginar minha vida sem eles. É muito bom poder falar sobre nossos amigos peludos aqui, crio Kuvasz e Norfolk Terrier, e será muito prazeroso dividir aqui nossas experiências.

Ver artigos de Li Kuvasz