Adestramento
março 31, 2016 postado por Blog do Cachorro


Aonde os cachorros gostam de carinho

A maneira como você acaricia um cão pode fazer toda a diferença na hora de estabelecer um diálogo com um cachorro. O toque determina quem somos e o que queremos comunicar. Isso vale tanto para o nosso novo amigo canino que acabamos de conhecer em um parque; promovendo assim uma aproximação ou distanciamento, quanto para nosso fiel companheiro.

Para se estabelecer uma boa comunicação com os cães é importante respeitar a linguagem corporal, que é como os cães interagem em seu meio natural. Para a grande maioria dos cães, gestos e emoções significam muito mais do que palavras. Por exemplo, você nunca deve chegar repentinamente diante de um cachorro desconhecido a fim de iniciar um primeiro contato, em vez disso, procure se agachar a uma certa distância, permitindo que ele possa escolher chegar até você.

Aonde os cachorros gostam de carinho?

Aonde os cachorros gostam de carinho?

Aonde os cachorros gostam de carinho?

Antes de falarmos a respeito dos lugares do corpo em que os cães gostam de receber carinho, convido você a pensar em toda esta questão de forma mais aprofundada.

Você já deve ter escutado muito a respeito dos diversos benefícios para a saúde de pessoas que possuem cães. A convivência e interatividade com um cachorro tem a capacidade de promover benefícios concretos para a saúde física de uma pessoa, como a redução da pressão arterial e do ritmo cardíaco, além de provocar uma melhora ao nosso sistema imunológico.

aprendendo a fazer carinho nos cachorros

aprendendo a fazer carinho nos cachorros

Conviver com cachorros e principalmente fazer carinho em um cão é uma atividade calmante e relaxante para pessoas.

Mas você sabe qual é a sensação que suas carícias provocam a um cachorro?

Você acha que quando um cachorro é acariciado, se beneficia dos carinhos que recebe da mesma forma que você?

Na linguagem dos cães o contato físico é de fato uma maneira de demonstrar afeto, no entanto, o contato físico também pode ser uma maneira de um cachorro demonstrar outros sentimentos como dominação, por exemplo.

Meus cães gostam de receber carinhos atrás das orelhas, na barriga, no focinho, e próximo ao pescoço, mas nem todo os cachorros sentem o carinho da mesma forma e por isso é impossível generalizar e afirmar que todo cachorro gosta de receber carinho nos mesmos lugares do corpo. Na verdade, para muitos cães receber carinhos pode ser de fato, uma sensação bastante desagradável.

Como podemos ter certeza de que ao fazer carinho em nosso cachorro estamos transmitindo a ele a mensagem correta?

Pesquisas recentes, concluíram que apesar de nossos cachorros gostarem bastante do contato físico, certas carícias podem fazer com que se sintam um pouco desconfortáveis. Mesmo que você tenha uma boa intenção ao fazer carinho em um cachorro, não é raro que algumas vezes, mesmo sem querer, algumas formas de carinho possam desencadear sensações desagradáveis para cachorro que está recebendo carinho.

As fomas de carinho mais comuns entre as pessoas que possuem cães, são leves batidinhas na cabeça, uma coçadinha na barriga ou atrás da orelha, que em geral parecem formas inofensivas de carícias, no entanto, é importante que você saiba que estas carícias nem sempre promovem a mesma experiência agradável para todos os cachorros.

Como criaturas sociais, nós, assim como nossos cachorros gostamos de contato físico, como receber abraços por exemplo. Mas é evidente que existem diferenças marcantes entre receber um abraço de uma pessoa a quem queremos bem e receber um abraço de uma pessoa completamente desconhecida, não é verdade? Visualize uma situação hipotética; uma menina gosta de segurar na mão de uma grande amiga ou de um namorado ao passear na rua, no entanto, isso não significa que a mesma menina queira andar na rua de mãos dadas com um estranho que se aproxime dela.

Então por que os cachorros devem agir ou sentir de uma forma diferente?

É comum que as pessoas que passeiam nas ruas com seus cães sejam abordadas repetidamente por pessoas que desejam acariciar seus cães em lugares públicos e nem sempre as pessoas sabem como interagir com um cachorro desconhecido.

É indiscutível o efeito de atração que um cachorro desperta nas pessoas que gostam de pets. E este comportamento é ainda mais evidente quando cães peludinhos estão passeando descontraidamente pelas ruas. O desejo provocado pela oportunidade de fazer carinho em um lindo cãozinho que você vê na sua frente, é algo praticamente incontrolável, e nem sempre as pessoas se dão conta de que o carinho em um cão desconhecido deve ser feito com muita responsabilidade.

Por que não podemos fazer carinho em qualquer cachorro que encontramos pela rua?

Aonde os cachorros gostam de carinho - Nem todos os cachorros estão na rua passeando

Aonde os cachorros gostam de carinho – Nem todos os cachorros estão na à passeio

Nem todos os cachorros que estão passeando na rua estão apenas se divertindo

Cães guia, ou outros cães que estão trabalhando, como cães da polícia por exemplo, não podem receber carinhos enquanto trabalham, pois isso prejudicaria sua função. Por outro lado, um cachorro que esteja passeando na rua pode simplesmente não gostar de carinho de estranhos, ou estar com algum machucado, ou simplesmente estar passando calor e estas condições podem influenciar diretamente na reação que o cachorro terá ao receber um carinho inesperado.

Por estes motivos é fundamental que você tenha uma atitude ponderada ao oferecer carinho aos cães. Veja abaixo, algumas dicas de segurança para você fazer carinho em um cachorro.

  • Apresente-se para o cachorro, procure ficar na mesma altura que ele mantendo um tom de voz amistoso;
  • ofereça primeiro o dorso da mão para que o cachorro possa sentir seu cheiro;
  • converse com o proprietário para saber se o cão fica confortável ao receber carinhos de pessoas desconhecidas;
  • nunca faça carinho na cabeça de um cachorro que não esteja acostumado com você;
  • evite contato visual com cães que você não se relacione.

Quais tipos de carinhos trazem um sentimento agradável para os cães e quais não?

Recentemente um grupo de pesquisadores avaliou as respostas fisiológicas e comportamentais dos cachorros, com intuito de compreender quais tipos de carinhos traziam um sentimento agradável para os cães e quais não.

Foram avaliados 28 cães de raças, idade e origem diferentes,  os critérios avaliados tinham enfoque a partir do momento em que os cães recebiam carinho. Todos os cachorros foram acariciados de 9 maneiras diferentes (por 30 segundos de cada vez) por uma pessoa desconhecida:

    1. Carinho no ombro do cachorro.
    2. Carinho na lateral do peito do cachorro.
    3. Carinho na parte de baixo do pescoço do cachorro.
    4. Carinho no corpo do cachorro mantendo ele deitado.
    5. Carinho segurando uma pata dianteira do cachorro.
    6. Carinho na parte superior da cabeça do cachorro.
    7. Coçar o cachorro na base da cauda.
    8. Segurar o cachorro pela pelagem solta do pescoço (colar).
    9. Cobrir o focinho do cachorro com uma mão e apertar.

 

Quando acariciado na cabeça, no ombro, ou uma pata, os cães apresentaram sinais de apaziguamento, no entanto, a grande maioria dos cachorros apresentou comportamentos redirecionados, que sinalizaram que os animais sentiram- se desconfortáveis ​​com o contato físico.

Quando uma pessoa estranha demonstrava um leve constrangimento em relação ao cachorro, e estava por exemplo, segurando o cachorro gentilmente contra o chão, pelo colar ou cobrindo seu focinho com uma das mãos, os cães mostraram de forma geral um aumento de comportamentos de congelamento e de deslocamento, tais como levantar uma pata, olhar para o lado ou se afastar e lamber os lábios.

Em todos estes casos, a frequência cardíaca dos cães também aumentou, como um sinal claro de stress e agitação levando ao comportamento de espreguiçar depois de terem sido tocados. Esta característica de comportamento manifesta um sinal de alívio, uma vez que a interação acabou, o que sugere que os cães não estavam desfrutando dos carinhos.

Já as carícias no peito, foram associadas a uma diminuição da frequência cardíaca, levando os cães a um comportamento mais relaxado.

Não é incomum que os proprietários falhem em reconhecer sinais de estresse sutis de seus próprios cães.

Atitudes como uma virada de cabeça, uma lambida rápida do lábio superior, um congelamento, muitas vezes passam despercebidas como expressões caninas de desconforto.

Veja mais sobre carinhos e comportamento do cachorro

 

Devido a este tipo de desatenção, muitas vezes, a relação entre cães e algumas pessoas pode se tornar difícil e até mesmo se transformar em um problema ao longo do tempo.

Carinho de uma pessoa estranha, pode gerar no cachorro uma sensação desconfortável?

Será que se um cão receber carinho de uma pessoa estranha; um carinho igual ao que ele recebe de seu proprietário, as mesmas carícias que causam bem estar, podem gerar no cachorro uma sensação desconfortável quando partem de uma pessoa desconhecida?

Surpreendentemente, pesquisas revelaram, que alguns cães após receberam carinhos de pessoas estranhas, podem ficar ressabiados em receber carinho de seus donos. Supõe-se que este comportamento seja um reflexo decorrente de manipulações estressantes, fazendo com que alguns cachorros mais suscetíveis adquiram uma sensibilidade que resulta em desconforto ao toque, inclusive quando ele é proveniente de pessoas mais próximas a ele.

Como podemos ter certeza de que não estamos sendo rudes ao fazer carinho em um cachorro?

Aonde os cachorros gostam de carinho

Aonde os cachorros gostam de carinho

      • É sempre melhor permitir que o cachorro inicie o contato, respeitando assim o seu espaço. Alguns cães precisam de algum tempo antes de sentirem-se confortáveis ​​o suficiente para se aproximar e permitirem ser tocados.
      • Cães em geral apreciam carinho atrás das orelhas. Todavia evite fazer qualquer tipo de carinho ao longo do corpo ou em todo o corpo do cachorro, caso vocês ainda não sejam grandes amigos.
      • Nunca abrace um cachorro que você está conhecendo pela primeira vez!
      • Pare após alguns segundos que estiver acariciando o cachorro e observe se ele pede mais carinhos, ou, se ao contrário, demonstra sinais de alívio.

Fique atento para qualquer sinal de deslocamento ou de estresse:

    • congelamento;
    • tentativas de desviar o olhar;
    • lamber dos lábios; 
    • bocejar;
    • olhos arregalados; 
    • levantamento de uma das patas;
    • rabo entre as pernas; 
    • orelhas para trás;
    • e em caso de desconforto extremo fazer xixi de medo.

Se um cachorro ao ser acariciado demonstrar qualquer um destes sinais, recue lentamente e dê espaço ao cão.

O que devo fazer se meu cachorro não gosta de receber carinho?

Quando seu cachorro apresenta algum dos comportamentos citados acima ao receber carinho de você e de sua família, é necessário fazer um trabalho de adestramento gradual a fim de dessensibilizá-lo.

Visite a página Adestramento de cães – Adestre você mesmo seu pet aqui no Blog do Cachorro e aprenda passo a passo como fazer com que seu cão seja mais sociável. É muito importante iniciar o adestramento com coleira e passeios, antes de tentar resolver o problema dele com relação ao sentimento de desagrado devido a manipulações. Muitas vezes o cachorro irá melhorar naturalmente após algumas sessões de adestramento, adquirindo confiança através de reforço positivo.

Posso fazer carinho em qualquer cachorro, mesmo ele sendo desconhecido?

Tenha em em mente que sempre que você desejar fazer carinho em um cão que não é seu, é fundamental pedir ao seu proprietário para interagir com o cachorro. Desta maneira você já sabe se ele está acostumado a ganhar carinhos de pessoas desconhecidas.

Em casos de cães de rua, redobre o cuidado ao se aproximar do cachorro, oferecendo sempre o dorso de uma das mãos para se apresentar ao cão desconhecido.

Como fazer carinho no cachorro – Considerações finais

Sempre que você desejar acariciar um cachorro como forma de recompensá-lo por ter se comportado de uma maneira adequada, é fundamental estar ciente de que algumas carícias possuem efeito agradável para alguns cães, enquanto para outros podem desencadear emoções negativas. Quando isso acontece, uma simples demonstração de afeto pode acabar refletindo em uma mensagem completamente oposta, ou seja, punição. Por conseguinte, se este for o caso, você acabará enviando uma mensagem completamente contrária a desejada e isso também implicará em outros tipos de problemas de comportamento.

Quando não prestamos atenção na reação que um carinho causa ao cão, ou seja, não tomamos consciência de que ele realmente não considera que determinado tipo de carinho é de fato uma “recompensa”, é comum que o cachorro passe a ser rotulado de teimoso, quando depois de muitas repetições de um comando ele ainda se recusa a responder ao comando como solicitado. Esta é mais uma razão para favorecer a utilização de petiscos e elogios verbais quando você está adestrando seu cãozinho.

Precisamos estar sempre atentos ao impacto que temos sobre nossos animais de estimação. Cães são diferentes entre si, e dependendo da personalidade deles, carinhos que em geral são bem recebidos pela maioria dos cães podem resultar em um comportamento ruim, desencadeando até mesmo um sentimento de medo.

Quando conseguimos compreender a maneira que um contato físico pode afetar cada animal de estimação individualmente, ou seja, baseando nossa percepção na observação do comportamento de um cachorro específico e não de forma coletiva, conseguimos desenvolver uma relação mais positiva com o animal através do respeito e afeto mútuo.

Este artigo, assim como todos os outros artigos do Blog do Cachorro foi escrito exclusivamente para o Blog do Cachorro. Se você gostou e se você valoriza uma internet com conteúdo original, curta, compartilhe e comente!

Saiba tudo sobre aonde os cachorros gostam de carinho

Tudo sobre alimentação natural para cachorros

Cachorro pode comer isso?

Tudo sobre todas as raças de cães

Guia de Raças



Veja também no Blog do Cachorro:


Comentários

Colunista

O Blog do Cachorro é um web site onde você pode encontrar tudo sobre cachorros! Se você busca por informações, dicas, artigos sobre cuidados, saúde, comportamento canino, raças de cachorros, e demais assuntos relacionados aos nossos queridos peludos de quatro patas, este é o lugar certo.

Ver artigos de Blog do Cachorro